Bolsas européias operam em queda influenciadas pelo mercado norte-americano

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas européias operam em queda nesta quinta-feira, influenciadas pelo fraco desempenho das bolsas norte-americanas no pregão de ontem, devido aos anúncio da fabricante norte-americana de microcomputadores pessoais Apple e do Bank of America, de que suas receitas e lucros no próximo trimestre deverão ser menores que o esperado pelos analistas.

Em Londres, o índice FTSE-100 apresentava baixa de 0,85% às 09h50 de Brasília. As principais quedas eram registradas pelas ações da fabricante de cabos de fibra ótica Bookham Technologies (-7,3%), da empresa de energia BG Group (-5,7%) e das companhias de tecnologia Logica (-4,8%) e Spirent (-4,4%). Já os destaques positivos eram a rede de hotéis e bares Bass, que subia 6,7% em função do anúncio da previsão de resultados positivos para o trimestre seguinte, e a administradora de fundos Amvescap (+5,5%).

A Bolsa de Paris também recuava, com o índice CAC40 caindo 0,19%. As ações da Sodexho Alliance (-4,8%), da montadora Renault (-3,1%), da farmacêutica Aventis (-3,0%) e da holding Bouygues (-2,2%%) registravam as principais perdas do dia. A fabricante de semicondutores STMicroelectronics (-1,8%) também registrava queda significativa, enquanto a Vivendi (+3,2%) e a holding Lagardere (+2,9%) apresentavam as maiores altas do pregão.

Em Frankfurt, o índice DAX apresentava variação negativa de 0,06%, com as ações da Deutsche Telekom (-3,2%) e dos bancos Dresdner Bank (-1,9%) e Deutsche Bank (-1,6%) caindo consideravelmente. Outros destaques de queda eram as varejistas Metro (-2,5%) e Karstadt Quelle (-2,0%), e companhia química Degussa-Huels (-2,1%). Em contrapartida, as principais altas ficavam com a empresa de metalurgia Thyssen Krupp (+2,9%) e a empresa de tecnologia Siemens (+2,2%).

Compartilhe