Bolsas européias fecham em alta no pregão de hoje

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

A maioria das bolsas européias fechou em alta nessa quinta-feira. As valorizações dos índices acionários europeus refletem o corte dos juros no mercado norte-americano, que passaram de 6,5% para 6% ao ano, anunciado ontem após o fechamento dos pregões da Europa. Esta atitude do Fed surpreendeu o mercado ao cortar os juros muito antes da próxima reunião do comitê de política monetária dos EUA, marcado para final de janeiro, na tentativa de abrandar o desaquecimento econômico do país. Além deste corte de 0,5 ponto percentual ter sido o maior desde a recessão norte-americana em 1991, o Fed não descartou nova redução dos juros na reunião do comitê.

A Bolsa de Londres encerrou suas negociações em alta, com o índice FTSE-100 ganhando 2,41%. Os principais destaques positivos do pregão de hoje foram para as ações das empresas de tecnologia e telecomunicações. Entre as ações ligadas à telecomunicações, destaque para a Colt Telecom (+18,22%), a Energis (+12,94%), a British Telecom (+9,46%), Telewest Communications (+6,20%), assim como, os papéis da maior empresa mundial de telefonia, a Vodafone (+6,22%). Quanto às ações de tecnologia que fecharam registrando forte elevação, destaque para as fabricantes de softwares Bookham Technology (+12,56%), Baltimore Technologies (+12,46%), Sage Group (+12,36%) e Misys (+12,34%). Além destas, ainda fecharam com forte valorização as ações dos bancos HSBC (+9,05%) e Lloyds TSB (+5,63%). Por outro lado, entre as ações que fecharam o pregão em queda estavam a British American Tobacco (-8,75%), e as empresa do setor alimentício e de bebidas Cadbury Schweppes (-7,41%) e Diageo (-6,42%).

Em Paris, o índice CAC 40 fechou em alta de 2,32%. Os principais destaques do pregão francês são empresas de telecomunicações, tecnologia e mídia, tais como o grupo de televisão TF1 (+15,30%), a empresa de equipamentos para telefonia Alcatel (+14,31%), a STMicroelectronics (+12,72%) e a France Telecom (+6,99%). Além destas, também subiram as ações das instituições financeiras Societé Generale (+7,69%) e BNP Paribas (+3,50%). Já algumas das ações que fecharam em baixa foram as farmacêuticas Aventis (-5,30%) e Sanofi Synthelabo (-5,49%), além da Danone (-5,49%) e da petrolífera Total Fina Elf (-2,04%).

Ao contrário da valorização nos principais mercados europeus, Frankfurt fechou em baixa, com o índice DAX 30 registrando variação negativa de 0,91%. Ontem, quando o Fed anunciou o corte dos juros o pregão alemão ainda estava aberto e a boa influência da notícia se fez presente. Hoje, por sua vez, os investidores parecem ter realizado parte dos lucros alcançados ontem. Destacam-se entre as maiores altas na bolsa de Frankfurt os papéis da fabricante de semicondutores EPCOS (+8,92%) e as ações de sua concorrente Infineon (+6,15%), e ainda, os papéis da Adidas-Salomon (+5,10%), das montadoras Volkswagen (+5,06%) e DaimlerChrysler (+4,67%), da Deutsche Telekom (+4,55%) e dos bancos BHV (+4,62%) e Commerzbank (+4,33%). Os destaques de queda, por sua vez, são as dos conglomerados RWE (-7,37%) e E.On (-6,27%), além da farmacêutica Schering (-6,12%), da fabricante de softwares gerenciais SAP (-4,45%) e da empresa química Bayer (-3,33%).











































Outros Mercados: Milão MIB 30 +1,83%
Amsterdã AMS Exchange +1,45%
Zurique Swiss Market -0,03%
Lisboa BVL 30 +2,28%
Moscou Moscow Times +4,96%
Bruxelas BEL 20 -0,42%
Istambul ISE National-100 +11,61%
Estocolmo Stockholm General +5,73%
Compartilhe