Bolsas européias fecham em alta com bom desempenho do setor financeiro

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas européias fecharam em alta generalizada nessa terça-feira, influenciadas pelo bom desempenho dos setores financeiro, petrolífero e automobilístico. Os mercados europeus operaram o dia todo na expectativa da reunião do FED, que decidirá hoje sobre a taxa básica de juros nos EUA.

O índice FTSE-100 da Bolsa de Londres fechou em alta de 0,78%. O setor financeiro teve um bom desempenho, com investidores otimistas quanto às expectativas da reunião do FED, impulsionando as ações do HSBC (+3,19%), Lloyds TSB (+1,40%) e Bank of Scotland (+0,87%). As seguradoras Royal & Sun Alliance e Allied Zurich tiveram altas de 3,83% e 2,79%, respectivamente, enquanto as petrolíferas Shell (+4,19%) e BP Amoco também tiveram boa performance (+0,09%). Por outro lado, as farmacêuticas Glaxo Wellcome (-4,07%) e SmithKline Beecham (-2,51%) apresentavam desempenho negativo, ainda em função do anúncio da aprovação da fusão entre as duas empresas pelas autoridades norte-americanas. A gigante de telefonia Vodafone fechou o pregão em queda de 1,17%.

Em Paris, o índice CAC 40 fechou em alta de 1,21%, com destaque para as tradicionais Renault (+6,72%), após a aprovação pelas autoridades norte-americanas da venda de uma unidade de caminhões para a Volvo, e Michelin (+6,23%). As tecnológicas STMicroeletronics (+4,74%) e Equant (+2,47%) também apresentaram bom desempenho, assim como a seguradora AXA (+2,33%) e a petrolífera Total Fina Elf (+2,19%). Entre as poucas baixas do índice estavam o varejista Carrefour (-1,85%) e a fabricante de equipamentos de telecomunicações Alcatel (-1,53%).

Em Frankfurt, o índice DAX 30 operava em alta de 1,48% às 16h00 de Brasília. A principal alta do dia ficava com a farmacêutica Schering (+6,53%), seguida pelas automobilísticas BMW (+5,34%), que reafirmou as expectativas de crescimento em 2001, e Volkswagen (+4,47%). A empresa aérea Lufthansa (+3,28%) e o Deutsche Bank (+2,21%) também apresentavam bom desempenho. Contrariando a tendência do mercado, o banco Bayerische Hypovereinsbank (-2,39%) e a automobilística DaimlerChrysler (-2,33%) eram os principais destaques de baixa.

O índice Ibex 35 da Bolsa de Madri fechou em variação positiva de 2,24%, com as ações dos bancos BSCH (+4,38%) e BBV (+2,12%) puxando a alta.






































Outros Mercados: Milão MIB 30 +2,17 %
Amsterdã AMS Exchange +1,07 %
Zurique Swiss Market +1,18 %
Lisboa BVL 30 +1,24 %
Moscou Moscow Times +0,32 %
Bruxelas BEL 20 +0,66 %
Istambul ISE National-100 +1,89 %
Compartilhe