Bolsas mundiais

Bolsas europeias e Dow futuro seguem ganhos da véspera após aprovação de pacote de estímulos pelo Senado dos EUA

Índices futuros dos EUA registram alta após registrarem movimento misto na véspera, com alta do Dow Jones e queda do Nasdaq e S&P500

arrow_forwardMais sobre
stocks ações índices bolsa gráfico

Nesta terça-feira (9), os índices futuros das bolsas americanas e os índices futuros americanos sobem: o Dow Jones futuro avança após a alta da véspera, enquanto S&P Futuro e Nasdaq Futuro avançam depois de caírem na última segunda-feira.

O movimento ocorre após a aprovação no sábado (6) no Senado americano de um pacote no valor de US$ 1,9 trilhão, que deve incluir uma nova rodada de cheques de auxílio pagos à maioria dos cidadãos americanos.

O mercado também reage à queda dos juros de títulos do Tesouro americano com vencimento em dez anos. Mas, na Ásia, as bolsas fecharam na terça com resultados variados entre si.

Bancos, companhias aéreas, operadoras de cruzeiros e varejistas fecharam em alta nas bolsas americanas na segunda-feira (8), na esperança de que haja uma forte recuperação econômica com o estímulo que vem sendo promovido pelo governo.

Durante esta semana, investidores acompanham a votação e provável aprovação do projeto na Câmara dos Deputados, de maioria democrata. Espera-se que o presidente democrata Joe Biden sancione a lei antes que programas voltados a desempregados expirem, no domingo (14).

Na segunda, o barril de petróleo Brent chegou a ultrapassar a marca de US$ 70 após a Arábia Saudita informar que instalações de petróleo foram alvo de mísseis e drones no domingo (7), em uma ação reivindicada por um porta-voz militar houthi.

Os sauditas afirmaram, no entanto, que não houve danos significativos à sua infraestrutura. Assim, os preços do petróleo recuaram nas negociações de overnight. Nesta terça, o barril Brent é negociado na casa dos US$ 68 o barril.

Nesta terça, as bolsas asiáticas fecharam sem tendência definida. O índice Nikkei, do Japão, teve alta de 0,99%. Já o índice sul coreano Kospi caiu 0,67%. Bolsas da China continental também recuaram, com o índice Shanghai composto fechando com queda de 1,82%. Em Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 0,24%.

Na segunda (8), as bolsas europeias tiveram fortes altas, com o índice alemão DAX subindo 3,3%, e o Eurostoxx, que reúne 600 ações de todos os principais setores de 17 países europeus, 2,2%. Bancos avançaram 3,7%, liderando os ganhos dos quais quase todos os setores e principais bolsas se beneficiaram.

PUBLICIDADE

O otimismo também foi alimentado pela queda dos juros de títulos do Tesouro americano com vencimento em dez anos. Eles ultrapassaram na segunda a marca de 1,6%, e nesta terça de manhã estão em 1,537%.

Nas últimas semanas, investidores têm reagido com apreensão à alta dos juros, atrelada à expectativa de avanço da inflação, o que afetou o Nasdaq na véspera, que fechou em queda de 2,41%. O temor é de que o movimento leve o Fed a elevar os juros referenciais de curto prazo.

Além disso, juros de longo prazo mais altos podem fazer com que investidores migrem do mercado de ações para o de títulos do Tesouro, considerados um investimento seguro por ser garantido pelo governo, que tem poder de criar impostos para cobrir gastos, se necessário. Esse movimento tenderia a levar à queda de papéis listados nas bolsas.

Juros mais altos também aumentam o custo para tomada de empréstimos por empresas de rápido crescimento, que necessitam de grande volume de recursos, como é o caso daquelas do setor de tecnologia.

Nesta terça, o Eurostoxx avança 0,09%. O setor de petróleo e gás avança 1,5%, enquanto o de recursos básicos perde 1,4%.

As bolsas europeias também são marcadas pela divulgação de resultados de empresas como Deutsche Post, Domino’s Pizza Group, Continental e ITV. A gestora de investimentos M&G teve ganhos de 7%, liderando as altas do Eurostoxx, após divulgar resultados mais fortes do que o esperado.

Veja os principais indicadores às 6h20 (horário de Brasília):
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,98%
*Nasdaq Futuro (EUA), +1,87%
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,59%
Europa
*Dax (Alemanha), +0,02%
*FTSE 100 (Reino Unido), +0,21%
*CAC 40 (França), +0,16%
*FTSE MIB (Itália), +0,57%
Ásia
*Nikkei (Japão), +0,99% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,81% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -0,67% (fechado)
*Shanghai SE (China), -1,82% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +0,65%, a US$ 65,47 o barril
*Petróleo Brent, +0,76%, a US$ 68,75 o barril
*Bitcoin, +8.88%, a US$ 54.057,96
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com queda de 9,95%, cotados a 1031,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 158,95 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,51

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 160 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.

PUBLICIDADE