Bolsas da Europa operam em baixa, pressionadas por petrolíferas e com cautela pré-BCE

É amplamente esperado que o BCE corte os juros básicos da zona do euro em 25 pontos-base, mas surgiram incertezas sobre possíveis novas reduções após a inflação do bloco acelerar em maio

Estadão Conteúdo

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Publicidade

São Paulo, 04/06/2024 – As bolsas europeias operam em baixa na manhã desta terça-feira, pressionadas por ações de petrolíferas, ao mesmo tempo em que investidores demonstram cautela antes de uma decisão de juros do Banco Central Europeu (BCE) nesta semana.

Por volta das 6h35 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 recuava 0,81% a 515,62 pontos, interrompendo uma sequência de três pregões de ganhos. Apenas o subíndice de energia tinha queda de 2,74%, acompanhando a fraqueza do petróleo, em meio a temores de que parte dos países da Opep+ possam ampliar sua oferta mais adiante.

Entre gigantes do setor petrolífero, as britânicas BP e Shell amargavam perdas de 3,75% e 2,40% em Londres, no horário acima, enquanto a francesa TotalEnergies caía 2,6% em Paris.

Continua depois da publicidade

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Um sentimento de aversão a risco também ganhou força na Europa antes de o BCE fazer seu anúncio de política monetária, na quinta-feira (06). É amplamente esperado que o BCE corte os juros básicos da zona do euro em 25 pontos-base, mas surgiram incertezas sobre possíveis novas reduções após a inflação do bloco acelerar em maio.

Às 6h52 (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,67%, a de Paris recuava 0,95% e a de Frankfurt cedia 1,21%. Já as de Milão, Madri e Lisboa mostravam baixas de 1,40%, 1,46% e 1,33%, respectivamente.