Bolsas da Europa fecham em alta nesta quarta-feira

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

A maioria das bolsas européias fechou em alta nessa terça-feira, impulsionadas pelas ações das empresas da economia tradicional. Os mercados norte-americanos exerceram certa pressão sobre os índices europeus desde a abertura em queda, até o momento em que reverteram a tendência e operaram em alta. Apesar de poucos negócios e volume pequeno, os principais destaques foram as altas das bolsas de Paris e Londres.

A Bolsa de Londres encerrou suas negociações em alta, com o índice FTSE-100 ganhando 1,98%. Os principais destaques do pregão de pouco volume foram as ações da empresa de software Misys (+7,32%), British American Tobacco (+5,51%), Scottish & Southern Energy (+4,66%), da petrolífera BP Amoco (+3,44%), da seguradora Allied Zurich (+2,79%) e da Vodafone (+2,37%). Por outro lado, os principais destaques negativos do pregão ficaram com as farmacêuticas Celltech Group (-2,77%) e The Boots (-0,70%). Os papéis da Bookham Technology (-2,55%) também estão entre as maiores quedas da bolsa inglesa.

Já em Paris, o índice CAC 40 fechou com elevação de 1,27%. As principais altas do índice ficaram com as ações de mídia e de empresas de bens consumo. Entre os papéis que subiram, estavam a holding LVMH Moet Vuitton (+5,85 %), o grupo de televisão TF1 (+5,16%), Tompson Multimídia (+4,97%), o Groupe Danone (+2,94%) a empresa de petróleo TotalFinaElf (+2,57%) e a France Telecom (+1,02%). As ações da Cap Gemini (+1,38%) subiram após a empresa ter confirmado da taxa de crescimento de 10% em 2000. Por outro lado, entre as maiores baixa estavam a seguradora AGF (-1,80%), a empresa de aviação Air France (-1,31%) e a holding Vivendi (-0,86%).

Em Frankfurt, com a bolsa ainda aberta, o índice DAX 30 operava em alta de 1,10% às 16h00 de Brasília. Destacam-se entre as maiores altas do pregão alemão as ações da BMW (+5,15%), do conglomerado Linde (+4,18%), da varejista Metro (+3,50%) da Lufthansa (+3,31%) e Deutche Telecom (+3,03%). O setor que se destaca na valorização é o de empresas químicas, com Degussa-Huels (+3,35%), Bayer (+2,97%) e Basf (+2,36%). Já na queda, destaque para a fabricante de semicondutores Infineon (-2,87%), para a montadora DaimlerChrysler (-2,16%) e para a empresa de software empresarial SAP (-0,70%).

A Bolsa de Madri também encerrou suas negociações em alta, com o índice IBEX 35 registrando valorização de 0,46%. Os principais destaques positivos do pregão ficaram com os papéis da empresa de energia elétrica Endesa (+1,37%) e dos bancos BSCH (+2,79%) e BBVA (+1,31%).











































Outros Mercados: Milão MIB 30 +1,44%
Amsterdã AMS Exchange +1,32%
Zurique Swiss Market +1,32%
Lisboa BVL 30 -0,35 %
Moscou Moscow Times -1,18%
Bruxelas BEL 20 +0,20%
Istambul ISE National-100 não operou
Estocolmo Stockholm General +0,94%
Compartilhe