Mercados

Bolsas da Europa e futuros de NY operam em alta; investidores aguardam pedidos de seguro-desemprego nos EUA

A expectativa é que 5 milhões de americanos tenham feito os pedidos na semana passada

ações promissoras
(alexsl/Getty Images)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A quinta-feira deve ser mais um dia de volatilidade para os mercados. As Bolsas da Ásia fecharam em leve queda (com exceção da China) e as da Europa abriram em alta. Os futuros de Nova York, que estiveram em terreno negativo durante boa parte da madrugada, estavam subindo há pouco.

A Bolsa do Japão encerrou o pregão com desvalorização de 1,3% e a da China, com alta de 0,3%. Por volta das 6h30, o índice FTSE, do Reino Unido, operava perto da estabilidade e o Dax, da Alemanha, tinha valorização de 1,1%.

Já os futuros do Dow Jones  e do S&P 500 subiam cerca de 0,4%, enquanto o do Nasdaq ganhava 0,7% (acompanhe a cobertura dos mercados em tempo real no Telegram do InfoMoney).

Aprenda a investir na bolsa

Os investidores aguardam os pedidos do seguro-desemprego da semana passada nos Estados Unidos, que o Departamento do Trabalho do governo americano divulgará às 9h30. Os mercados também aguardam os resultados trimestrais do banco Morgan Stanley, a serem divulgados antes da abertura da NYSE, informa a CNBC.

A expectativa é que 5 milhões de americanos tenham feito os pedidos de seguro-desemprego na semana passada, segundo projeções feitas pela Dow Jones para a CNBC.

Nas últimas três semanas, 16,6 milhões de trabalhadores americanos fizeram os pedidos, à medida que o coronavírus avança nos EUA e gera impactos em empresas e empregos. O país tem mais de 639 mil pessoas infectadas e 30 mil mortes.

Se o número de 5 milhões se confirmar, mais de 21 milhões de empregos terão sido destruídos nos EUA em apenas um mês.

O presidente Donald Trump deverá informar mais tarde nesta quinta-feira as etapas para reabrir a economia do país em entrevista coletiva. Ontem, Trump insistiu que a epidemia já “passou o auge” nos EUA.

Na Europa, o governo alemão anunciou ontem que pequenas lojas poderão reabrir a partir de 20 de abril, respeitando medidas de distanciamento rigorosas entre os consumidores. As escolas na Alemanha reabrirão escalonadamente a partir de 4 de maio.

PUBLICIDADE

Como se tornar um trader consistente? Aprenda em um curso gratuito os set-ups do Giba, analista técnico da XP, para operar na Bolsa de Valores!