Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em alta, após recordes em NY e antes de feriado chinês

Na China continental, as bolsas ficaram no azul pelo terceiro pregão seguido, ainda sustentadas por promessas de apoio do regulador de mercado local - que ontem trocou seu comando - e de um grande fundo de investimento

Estadão Conteúdo

Publicidade

São Paulo, 08/02/2024 – As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira, após um dia de recordes em Wall Street e antes de um feriado de uma semana na China.

O índice japonês Nikkei subiu 2,06% em Tóquio hoje, a 36.863,28 pontos, atingindo o maior patamar em 34 anos, enquanto o sul-coreano Kospi avançou 0,41% em Seul, a 2.620,30 pontos.

Na China continental, as bolsas ficaram no azul pelo terceiro pregão seguido, ainda sustentadas por promessas de apoio do regulador de mercado local – que ontem trocou seu comando – e de um grande fundo de investimento. O Xangai Composto teve alta de 1,28%, a 2.865,90 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto saltou 3,17%, a 1.577,33 pontos.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O apetite por risco na China prevaleceu apesar de seus preços recuarem em ritmo mais forte do que o esperado em janeiro, sinalizando que a demanda doméstica segue fraca. O índice de preços ao consumidor (CPI, pela sigla em inglês) do país teve queda anual de 0,8% em janeiro, a maior desde setembro de 2009. Analistas consultados pela FactSet previam recuo de 0,5% no primeiro mês de 2024. Em dezembro, o CPI chinês havia caído 0,3% ante um ano antes.

Os últimos dados da inflação chinesa sugerem que medidas de estímulo mais agressivas são necessárias para impulsionar o crescimento da segunda maior economia do mundo.

O tom positivo em Xangai e Shenzhen também precede o feriado do ano novo lunar, que manterá os mercados acionários chineses fechados por uma semana, a partir desta sexta-feira (09). Outras bolsas asiáticas que não funcionam amanhã por causa de feriados são os da Coreia do Sul e de Hong Kong. A de Taiwan, que não opera desde terça-feira (06), também seguirá inativa.

Continua depois da publicidade

A predominância de ganhos na Ásia veio também após as bolsas de Nova York subirem de forma generalizada ontem, com Dow Jones e S&P 500 renovando máximas de fechamento.

Na contramão, o Hang Seng caiu 1,27% em Hong Kong hoje, a 15.878,07 pontos, à medida que a ação do Alibaba sofreu um tombo de 6,14%, após o gigante do comércio eletrônico chinês decepcionar com seu último balanço.

Na Oceania, a bolsa australiana ampliou ganhos do pregão anterior, com a ajuda de ações de grandes bancos domésticos. O S&P/ASX 200 avançou 0,31% em Sydney, a 7.639,20 pontos.

*Com informações da Dow Jones Newswires