Abertura do Dia

Bolsas caem com “sell off” global; no Brasil, mercado repercute Ibope e Datafolha

As duas pesquisas eleitorais mostraram um empate técnico entre os dois candidatos

SÃO PAULO – Os principais índices acionários asiáticos encerram a quinta-feira (16) em queda, em meio à venda generalizada de ações no mundo todo, pressionadas por grandes preocupações com o crescimento econômico mundial. Seguindo o mesmo movimento dos índices pelo mundo, as bolsas europeias iniciam o dia de hoje com perdas.

Investidores agora aguardam dados dos Estados Unidos sobre a produção industrial em setembro e o relatório semanal sobre pedidos de auxílio-desemprego, que serão divulgados nesta quinta-feira e que podem pintar um cenário melhor do que os números negativos divulgados na sessão anterior, envolvendo a China e a Europa e que elevaram temores sobre a saúde da economia mundial.

As vendas no varejo e os preços ao produtor nos EUA caíram no mês passado, preocupante indício econômico que ajudou a alimentar uma venda generalizada em Wall Street na véspera. Os números afetaram expectativas de que o Federal Reserve, banco central dos EUA, elevaria as taxas de juros no país antes que o esperado.

No Brasil, Datafolha e Ibope mostraram o mesmo resultado na corrida eleitoral do segundo turno. Após o levantamento da Folha de S. Paulo, apresentada no início da noite, agora foi a vez do Ibope colocar Aécio Neves (PSDB) com 51% dos votos válidos, ante 49% de Dilma Rousseff (PT), ou seja, os dois estão empatados tecnicamente.

Considerando os votos totais, o tucano agora tem 45%, contra 43% da petista, mesmo resultado apresentado pelo Datafolha mais cedo. A diferença entre os dois levantamentos está nos eleitores indecisos e votos nulos. Pelo Ibope, 7% dos entrevistados pretendem votar em branco ou anular o voto, enquanto 5% não sabe ou não respondeu. No Datafolha os dois setores apresentam 6% dos votos.