Bolsas mundiais

Bolsas asiáticas têm desempenhos variados e bolsas europeias recuam após semana positiva

Já as bolsas americanas não abrirão por conta do feriado do Memorial Day

arrow_forwardMais sobre
petróleo plataforma índices preços queda baixa óleo
(Getty Images)

Nesta segunda-feira (31), as bolsas asiáticas tiveram resultados variados entre si. As bolsas europeias têm resultados negativos após uma semana forte. As bolsas americanas não abrirão por conta do feriado do Memorial Day.

Investidores reagem à divulgação do índice PMI (Índice do Gerente de Compras) relativo a maio, que mediu 51 pontos, abaixo da expectativa de 51,1 pontos de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters, e ao patamar do mês anterior, também de 51,1 pontos.

A pontuação abaixo do esperado é creditada à alta dos preços das commodities. Qualquer leitura acima de 50 pontos indica expansão; abaixo, retração.

As bolsas da China continental fecharam em alta. O índice Shanghai composto subiu 0,41%, enquanto que o componente Shenzhen subiu 0,966%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, caiu 0,2%.

No Japão, as vendas no varejo subiram 12% em abril em comparação com o mês anterior, segundo dados oficiais divulgados na segunda-feira. O índice Nikkei 225 recuou 0,99%, enquanto que o Topix recuou 1,26%. O Kospi, da Coreia do Sul, subiu 0,48%.

As bolsas europeias fecharam em alta na sexta-feira, atingindo níveis recordes em reação aos fortes dados econômicos dos Estados Unidos.

O índice Eurostoxx, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 economias europeias, subiu 0,57%.

O setor de serviços financeiros subiu 1,3%, liderando os ganhos, em meio a altas de quase todos os setores e principais bolsas.

O índice DAX, da Alemanha, fechou a semana anterior em patamar recorde. Nesta segunda, tem uma queda de cerca de 37 pontos, a 15.482, impactado pelo Deutsche Bank, cujas ações são negociadas em território negativo após reportagens afirmarem que o Federal Reserve está preocupado com as práticas contra lavagem de dinheiro implementadas pelo banco alemão.

PUBLICIDADE

O CAC, da França, se mantém estável, assim como o FTSE MIB, da Itália. O FTSE 100, do Reino Unido, permanece fechado por conta de um feriado.

Publicado nesta segunda, o relatório mais recente sobre perspectiva econômica da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) traz notícias positivas para a Zona do Euro. O relatório prevê recuperação econômica porém desigual.

A organização prevê alta de 5,8% no Produto Interno Bruto global em 2021, frente a uma contração de 3,5% em 2020. Para o G20, prevê crescimento de 6,3%, e para a Zona do Euro, de 4,3%.

Entre os principais desafios, o relatório lista a falta de vacinas para países não desenvolvidos.

Nesta segunda-feira, a França inicia a vacinação contra Covid-19 de quaisquer pessoas com mais de 18 anos de idade. Até 29 de maio, o país havia vacinado 37,5% de sua população, segundo dados oficiais compilados pelo site Our World in Data.

Veja o desempenho dos principais índices às 6h50 (horário de Brasília):

*S&P 500 Futuro (EUA), estável
*Nasdaq Futuro (EUA), -0,07%
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,06%
Europa
*Dax (Alemanha), -0,24%
*CAC 40 (França), +0,06%
*FTSE MIB (Itália), +0,36%
Ásia
*Nikkei (Japão), -0,99% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,09% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +0,48% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,41% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +1,101%, a US$ 67,05 o barril
*Petróleo Brent, +1,08% a US$ 69,44 o barril
*Bitcoin +0,34%, a US$ 36.058,83
**Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 5,28%, cotados a 1106 iuanes, equivalente hoje a US$ 173,58 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,37

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 170 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.

PUBLICIDADE