Bolsas asiáticas fecham o último pregão do ano sem tendência uniforme

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas asiáticas fecharam sem uma tendência uniforme nesta última sexta-feira do ano. O destaque negativo ficou com a bolsa de Tóquio, que fechou em baixa de 1,16%, influenciada pelo crescente pessimismo sobre os rumos da economia. Enquanto isso, Hong Kong obteve uma alta significativa devido a ganhos nos setores bancário e de telecomunicações.

Em Tóquio, o índice Nikkei 225 encerrou suas negociações a 13.785,7, apresentando queda acumulada de 27% no ano, sua maior baixa desde a perda de 38,7% de 1990. No pregão de hoje, novamente o principal destaque negativo ficou por conta da operadora de telefonia móvel NTT DoCoMo (-1,99%). Também caíram as ações da holding de investimentos em internet Softbank (-2,5%) e das fabricantes de equipamentos eletrônicos Kyocera (-2,6%) e Sony (-1,3%). Por outro lado, o destaque positivo foi a fabricante de semicondutores NEC Corp, cujas ações subiram 0,72%.

O índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong fechou com elevação de 2,02%, atingindo 15.095,5 pontos e apresentando uma queda de 11% acumulada no ano. Ao contrário do Japão, Hong Kong está otimista em relação ao novo ano, esperando reformas institucionais e corte nas taxas de juros. Os destaques positivos foram as ações dos conglomerados Legend Holdings (+4,6%) e Johnson Electric Holdings (+3,9%) e das operadoras de telecomunicações China Mobile (+2,9%) e China Unicom (+2,58%). As maiores quedas foram dos papéis do conglomerado Great Eagle Holdings (-4,33%) e da Henderson Investment (-3,45%).

A bolsa de Sydney fechou em queda de 0,93%, alcançando 3.154,7 pontos. Apesar disso, a bolsa termina o ano de 2000 com uma perda acumulada de apenas 5,2%, devido a ganhos consideráveis no início do ano. O principal destaque negativo no pregão de hoje foram os papéis da empresa de telecomunicação Telstra, que caíram 2,6%. As ações da empresa de mídia News Corp subiram 0,9%, após terem enfrentado uma queda abrupta nos últimos dois meses, frente à expectativa de desaceleração da economia mundial. A News Corp é a empresa de maior peso na bolsa australiana.




































Outros mercados: Taiwan Taiwan Weighted -1,11%
Cingapura Straits Times +1,38%
Coréia do Sul Kospi não operou
Filipinas PSE Composite +0,54%
Indonésia Jakarta Composite não operou
Malásia KLSE Composite não operou
Tailândia SET +0,97%

Compartilhe