Pré-fechamento

Bolsa mergulha 700 pontos em 30 minutos e fecha com queda de 0,24%

Índice fechou aos 61.141 pontos após chegar aos 62.280 pontos na máxima do dia; durante a manhã o Datafolha chegou a levar o benchmark para ganhos de mais de 1,5%, mas não se sustentou

SÃO PAULO – O que parecia mais um pregão de forte alta do Ibovespa mudou completamente na última hora desta segunda-feira (1). Das 16h05 até às 16h55, o índice despencou mais de 700 pontos, indo de 61.985 pontos para 61.232 pontos, passando de uma alta de mais de 1% para uma leve desvalorização. Com isso, o Ibovespa fechou esta sessão com perdas de 0,24%, a 61.141 pontos, com o volume na Bovespa atingindo R$ 6,576 bilhões.

Segundo o analista Luis Gustavo Pereira, da Guide Investimentos, o dia já apresentava um volume bem mais fraco devido ao feriado nos EUA, favorecendo um movimento mais forte de realização do mercado após a alta das últimas semanas e no início deste pregão. Para ele, a alta da manhã não se sustentou e a expectativa diante do debate político que será transmitido no SBT hoje à tarde, bem como a entrevista de Marina Silva no jornal da Globo nesta noite, contribuiu para que os investidores embolsassem os ganhos recentes.

Durante a manhã, ajudou na alta dos papéis o Datafolha divulgado na última sexta-feira, onde Marina Silva ganhou 13 pontos e empatou com Dilma Rousseff no primeiro turno, com 34% das intenções de voto. Enquanto isso, em um eventual segundo turno, a candidata do PSB ganharia da petista por 50% a 40%, ou seja, 10 pontos.

Em destaque no noticiário econômico, está o Relatório Focus. Economistas de instituições financeiras revisaram as suas estimativas para diversos aspectos da economia brasileira, de acordo com a pesquisa Focus do Banco Central nesta segunda-feira. A expansão do PIB (Produto Interno Bruto) em 2014 diminuiu para 0,52%, ante 0,70% da semana anterior – esta é a 14ª semana consecutiva que os economistas diminuem as estimativas para o crescimento da atividade econômica brasileira.

Para 2015, os economistas também diminuíram a projeção do PIB para 1,10%, ante 1,20%. Enquanto isso, o PMI Brasil revelado pelo HSBC mostrou um avanço na atividade industrial do Brasil, de 49,1 em julho para 50,2 em agosto. 

Destaques de ações
As ações das estatais e da BM&FBovespa ainda seguem entre os maiores ganhos, embora bem mais amenas do que de suas máximas do dia, após o Datafolha mostrar uma vantagem de 10 pontos para Marina Silva (PSB) sobre Dilma Rousseff (PT) em um segundo turno. A Eletrobras ON (ELET3, R$ 8,60, +5,52%) chegou a subir quase 9% na máxima do intraday, enquanto BM&FBovespa (BVMF3, R$ 14,00, +3,70%) e Petrobras (PETR3, R$ 22,48, +1,54%; PETR4, R$ 23,83, +2,06%) superaram a faixa de 5% de valorização. Já a Cosan (CSAN3) virou para queda de quase 3% após subir 2,75% na máxima do dia e bater seu maior patamar desde maio de 2013.

Enquanto isso, os papéis da Vale, que chegaram a subir cerca de 1% em meio a possíveis novos estímulos na China e com uma decisão favorável do STJ (Superior Tribunal de Justiça) sobre o imposto de renda de controladas, fecharam com leves perdas, de cerca de 0,2%. A primeira turma do STJ negou, por unanimidade, recurso impetrado pela União e manteve decisão que libera a mineradora de pagar impostos sobre lucro auferido por controladas no exterior para evitar a bitributação, disse a empresa à Reuters na sexta-feira. 

O recurso foi impetrado pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional após decisão favorável do STJ à Vale, em abril. Na ocasião, a Justiça decidiu que o fisco brasileiro não pode tributar o lucro de controladas da Vale em Luxemburgo, Bélgica e Dinamarca. Segundo a Vale, a última decisão do STJ foi realizada na quarta-feira e o acórdão ainda não foi publicado.

Ainda entre as maiores quedas, aparecem Souza Cruz (CRUZ3, R$ 19,98, -4,68%), Fibria (FIBR3, R$ 22,49, -3,39%), Rossi (RSID3, R$ 1,36, -4,23%) e Cemig (CMIG4, R$ 18,35, -4,23%).

PUBLICIDADE

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 CRUZ3 SOUZA CRUZ ON19,98-4,68-14,8822,76M
 CMIG4 CEMIG PN18,35-4,23+49,8060,58M
 RSID3 ROSSI RESID ON1,36-4,23-33,339,11M
 FIBR3 FIBRIA ON22,49-3,39-18,6626,23M
 NATU3 NATURA ON39,75-3,07+1,0040,00M

As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 ELET3 ELETROBRAS ON8,60+5,52+54,4344,47M
 ALLL3 ALL AMER LAT ON8,64+4,73+31,7842,47M
 GOLL4 GOL PN N214,40+3,82+37,4021,36M
 BVMF3 BMFBOVESPA ON14,00+3,70+29,78413,30M
 MRVE3 MRV ON9,33+2,30+15,6314,58M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 CódigoAtivoCot R$Var %Vol1Vol 30d1Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN23,83+2,06956,60M1,02B50.099 
 BVMF3 BMFBOVESPA ON14,00+3,70413,30M160,55M35.359 
 ITUB4 ITAUUNIBANCO PN ED40,50+0,38335,88M390,02M20.613 
 BBAS3 BRASIL ON35,49+1,43286,68M230,15M19.648 
 VALE5 VALE PNA25,75-0,85280,45M369,78M23.416 
 BBDC4 BRADESCO PN40,73-0,27273,69M263,42M16.534 
 PETR3 PETROBRAS ON22,48+1,54197,03M309,17M17.358 
 ITSA4 ITAUSA PN ED11,00+1,06194,80M134,83M28.646 
 CIEL3 CIELO ON41,00-2,29172,24M156,97M14.094 
 ABEV3 AMBEV S/A ON15,96-2,09134,32M198,36M17.078 

* – Lote de mil ações
1 – Em reais (K – Mil | M – Milhão | B – Bilhão)