Mercados

Bolsa de Hong Kong quer comprar Bolsa de Londres por 31,6 bilhões de libras

Chineses financiariam a oposição usando caixa e uma nova linha de crédito, mas o negócio não sai se os ingleses continuarem com seus planos de comprar a Refinitiv

SÃO PAULO – A Bolsa de Hong Kong anunciou nesta quarta-feira (11) que deseja adquirir a Bolsa de Londres por 31,6 bilhões de libras. Segundo o comunicado, o acordo seria financiado por uma combinação de caixa existente com uma nova linha de crédito. 

A chinesa pretende pagar 20,45 libras por ação da bolsa londrina. Os papéis da companhia do Reino Unido chegaram a subir 8,5% depois do anúncio, mas logo depois perderam força. 

O acordo proposto, de acordo com a Bolsa de Hong Kong, só irá adiante se a Bolsa de Londres desistir de seu plano de comprar a Refinitiv, uma empresa que oferece dados e infraestrutura ao mercado financeiro.

PUBLICIDADE

Os ingleses queriam pagar US$ 27 bilhões na companhia para oferecer um balcão único para bancos e corretoras que precisarem de uma plataforma de negociação, um hardware e um fluxo contínuo de dados e notícias. 

Um novo anúncio da Bolsa de Hong Kong deve ser feito se e quando for apropriado. A operação foi descrita pelos chineses como uma “oportunidade estratégica de criar uma das primeiras plataformas de mercado no mundo”. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos