Boeing lucra 36% a mais, perde receita e aposta em fluxo de caixa

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

A Boeing, maior fabricante mundial de aeronaves, anunciou nesta quarta-feira que o lucro referente ao quarto trimestre de 2000 subiu 36% em relação ao mesmo período no ano anterior. O resultado supera a expectativa do mercado, como reflexo à política da empresa em direcionar investimentos para outras áreas de atuação. A empresa diz ter contratado 10 mil novos empregados para dar conta do pedido da unidade de satélites da Hughes Electronics. Além disso disse que margens maiores, lucros fortes e geração de caixa deverão direcionar a empresa nos próximos dois anos.
A Boeing disse que lucrou US$ 877 milhões antes de itens extraordinários no quarto trimestre, ou US$ 1,01 por ação diluída, acima do lucro de US$ 662 milhões, ou US$ 0,74 por ação referente ao mesmo período no ano anterior. O consenso de analistas apontava lucro de US$ 0,91 por ação. A empresa disse que o lucro acumulado no ano 2000 foi de US$ 2,51 bilhões, ou US$ 2,88 por ação diluída, ultrapassando as projeções iniciais de US$ 2,75 por ação. A receita caiu 3%, para US$ 14,7 bilhões no quarto trimestre de 2000 em comparação com o faturamento de US$ 15,2 bilhões no mesmo período em 1999. A receita em termos anuais caiu mais, cerca de 12% para US$ 51 bilhões em 2000 contra US$ 58 bilhões em 1999.
A linha de aviões comerciais foi a principal responsável pela queda nas receitas de vendas, já que as entregas caíram para 489 aeronaves em 2000 contra o recorde de 620 em 1999, cortando as receitas de US$ 38,5 bilhões para US$ 31,1 bilhões. A empresa reiterou que as receitas em 2001 deverão atingir US$ 57 bilhões, e US$ 62 bilhões em 2002, com fluxo de caixa de US$ 3 bilhões a US$ 4 bilhões em 2001 e mais de US$ 4 bilhões em 2002.
As ações da empresa estão sendo negociadas a US$ 60,75, o que representa pequena queda de 0,41% em relação à ultima cotação de ontem. As ações da Boeing já negociaram até o momento US$ 146,55 milhões.

Compartilhe