Balanço de operações

BM&FBovespa: negociações com ETFs cresce 8% no mês de outubro

Fundos imobiliários movimentaram recorde histórico de R$ 351,09 milhões no período, em 27,6 mil negócios

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O volume financeiro dos quatorze ETFs (Exchange Traded Funds) negociados na BM&FBovespa (BVMF3) registrou cresceu 8% durante o mês de outubro, indo de R$ 2 bilhões para R$ 2,16 bilhões no período. O número de negociações totalizou 89.580 no mês, marca abaixo da registrada em setembro, de 97.083 transações. 

Desse total, o BOVA11 – que replica o índice Ibovespa – obteve volume financeiro de R$ 1,97 bilhão, acima do mês passado de R$ 1,86 bilhão, enquanto o volume de negociações ficou abaixo do registrado, indo de 89.819 para 78.509 negociações. Já os empréstimos de ações no período contabilizaram 108.538 operações, com volume financeiro de R$ 74,52 bilhões. O número ficou acima do registrado no mês anterior, de 97.899 negócios, os quais foram responsáveis pelo montante de R$ 59,52 bilhões.

Por sua vez, os negócios realizados no Bovespa Fix e Soma Fix, participantes do mercado de renda fixa privada da bolsa, registraram um total de R$ 80,02 milhões em outubro, sendo R$ 9,68 milhões referentes aos CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) e R$ 69,12 milhões a debêntures. 

Crescem negócios com fundos imobiliários
Os FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário) movimentaram recorde histórico de R$ 351,09 milhões, em 27.677 negócios. No mês anterior, o volume financeiro registrado foi de R$ 249,60 milhões, em 37.171 negócios. 

Ao todo, o nono mês deste ano chegou ao fim com 84 fundos dessa modalidade registrados e autorizados à negociação nos mercados de bolsa e balcão da BM&FBovespa.