Em mercados / bitcoin

Bitcoin desaba 12% e criptomoedas perdem US$ 42 bilhões após ataque à bolsa sul-coreana

Atualmente, o valor total do mercado de criptoativos é de US$ 291,3 bilhões, sendo que em janeiro este valor era de US$ 830 bilhões

SÃO PAULO - Após várias semanas de certa estabilidade, o mercado de criptomoedas voltou a ser abalado no último fim de semana após a notícia de um ataque hacker a uma exchange sul-coreana. Desde sexta-feira, o Bitcoin já desabou 12%, sendo negociado na tarde desta segunda-feira (11) a US$  6.717, seu menor patamar em dois meses.

O movimento é seguido por praticamente todas as moedas digitais, que perderam juntas cerca de US$ 42 bilhões de valor de mercado neste fim de semana. Atualmente, o valor total do mercado de criptoativos é de US$ 291,3 bilhões, sendo que em janeiro este valor era de US$ 830 bilhões.

A exchange Coinrail anunciou que sofreu um ataque hacker no final de semana, causando uma perda de cerca de 30% das moedas negociadas na bolsa. A empresa não quantificou o valor da perda, mas o veículo de notícias sul-coreano Yonhap estimou que cerca de US$ 37,28 milhões em moedas digitais foram roubados.

Quer investir em ações com a menor corretagem do Brasil? Clique aqui e abra sua conta na Clear

"A Coinrail não era membro de um grupo de autoregulação para melhoria da segurança. É uma empresa pequena no mercado e é possível ver como Bolsas pequenas, com padrões de segurança menores, podem estar expostas a mais riscos", disse Kim Jin-Hwa, representante da Associação da Indústria de Blockchain da Coreia.

A segurança no mercado de criptoativos tem sido um dos temas mais debatidos pela comunidade, com vários grandes ataques ocorrendo todos os anos. No início deste ano, a exchange japonesa Coincheck sofreu um ataque hacker que roubou mais de meio bilhão de dólares em moedas digitais.

Em 2014 ocorreu um dos principais casos da história, com a bolsa japonesa Mt. Gox, que chegou a lidar com 80% dos negócios com bitcoin do mundo, entrando com pedido de recuperação judicial após perder cerca de US$ 500 milhões em bitcoins.

 

Contato