Em mercados / bitcoin

Bitcoin: grande evento na próxima semana será decisivo para futuro das criptomoedas

Reunião do G20 na Argentina terá como um dos principais temas uma regulação global para criptomoedas

Bitcoin
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Em um cenário onde os investidores se "assustam" com qualquer notícia sobre regulação do bitcoin e outras criptomoedas, a próxima semana reserva um evento bastante importante para o futuro deste debate. Na segunda-feira (19) tem início a reunião de dois dias do G20 - encontro das maiores economias do mundo - na Argentina, e as moedas digitais serão um tema de grande destaque.

O evento representa um esforço para buscar o que os lideres chamam de "resposta comum" sobre regulação do mercado. Não há ainda uma agenda de debates, mas há algumas semanas que autoridades da Europa têm pedido por uma regulação global e conversas entre líderes para um caminho comum.

Segundo Safiri Felix, um dos pioneiros de criptomoedas no Brasil, provavelmente nenhuma decisão será tomada na próxima semana, mas nem por isso o evento será menos importante. "O mercado inteiro vai estar de olho para tentar ler nas entrelinhas quais efetivamente serão as medidas adotadas", afirma.

O especialista explica que o objetivo deste encontro será "discutir as diretrizes de um marco regulatório global" e que o Japão deve ser o líder do debate, juntos com representantes da União Europeia. Entre os principais pontos, deve-se discutir a necessidade de um controle maior, com destaque para a parte de identificação de clientes e combate à lavagem de dinheiro.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Porém, o debate promete ser complicado e será difícil atingir um concesso tão cedo. Recentemente a Alemanha aceitou o bitcoin como meio de pagamento, enquanto na China há proibição em todas as áreas e não há muita disposição do governo em mudar de posição.

Segundo a Reuters, o Japão pretende usar as reuniões do G20 para combinar esforços no combate ao uso de criptomoedas para lavagem de dinheiro. "O sentimento geral entre os membros do G20 é que a aplicação de regulamentos muito rigorosos não será bom. As discussões devem ser centradas nas medidas anti-lavagem de dinheiro e na proteção do consumidor, em vez de como as operações com criptomoedas podem afetar o sistema bancário", disse uma das autoridades.

O debate é bastante importante e, mesmo que esteja elevando a tensão dos investidores, é essencial para o mercado de criptomoedas que exista algum tipo de regulação, mesmo que não seja em nível global. Trazer maior segurança e evitar comportamentos ilegais - que abalam a imagem das moedas digitais - são pontos que precisam ser debatidos para ajudar a trazer novos investidores, e, por consequência, elevar o preço dos ativos.

 

Contato