Em mercados / bitcoin

Bitcoin recua forte após Coreia do Sul anunciar medidas para restringir negócios com criptomoedas

País pretende fechar exchanges para conter a forte especulação

Bitcoin
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Bitcoin segue o movimento de queda visto pela manhã e no fim da tarde desta quinta-feira (28) recuava 9%, aos US$ 13.938 conforme cotação do Coindesk, após a Coreia do Sul anunciar regras mais duras para os negócios com as criptomoedas, como também não descarta fechar as exchanges que atuam no país para conter a forte especulação com as moedas digitais. Por aqui, a moeda 4,45%, aos R$ 51.500.

Entre as medidas anunciadas pelo governo nesta quinta-feira está a proibição de carteiras anônimas para a negociação de criptomoedas a partir do ano que vem, como o direito de fechar as corretoras que negociam as moedas digitais se “for considerado necessário”.

"O governo já advertiu várias vezes que as moedas virtuais não podem desempenhar um papel como moeda real e podem resultar em altas perdas devido à volatilidade excessiva", aponta o comunicado, que alerta que as criptomoedas são vulneráveis a fraudes ou ataques virtuais.

 

Contato