Alavancagem

Bitcoin pode estar próximo de explosão de volatilidade, aponta mercado de derivativos

Analistas afirmam que o mercado de futuros continua sendo um potencial catalisador para volatilidade no curto prazo

Por  CoinDesk -

O Bitcoin (BTC) deixou day traders no tédio recentemente, mas esse cenário pode estar prestes a mudar. Um grande número de posições de futuros abertas sinalizam uma renovada turbulência nos preços mais adiante.

Em nota publicada na segunda-feira (17), analistas da casa de análise Glassnode afirmaram que “o mercado de futuros continua sendo uma possível pólvora para a volatilidade no curto prazo com as posições em aberto de futuros perpétuos chegando a 250 mil BTC, um nível historicamente alto”.

Posições em aberto acima de 250 mil BTC coincidem com saltos em volatilidade observados no passado. “Desde abril de 2021, [esse padrão] tem sido compatível com grandes redirecionamentos na ação dos preços conforme o risco de ‘short squeeze’ e ‘long squeeze’ aumenta, acarretando eventos de desalavancagem em todo o mercado”, acrescentou a Glassnode.

Em um contrato de futuros convencional, existe a obrigação de vender ou comprar um ativo a um preço previamente acordado em uma data específica ou antes dela. Por outro lado, os futuros perpétuos não têm prazo de validade. Já as posições em aberto se referem ao número de contratos negociados ainda não liquidados.

Um número excessivamente alto de posições em aberto indica excessiva alavancagem, quando ativos são tomados emprestados para amplificar os retornos das negociações. Nesse caso, o mercado fica vulnerável a liquidações e à consequente turbulência de preço.

A liquidação é o encerramento forçado de posições compradas (long) ou vendidas (short) por exchanges devido à falta de margem e leva a grandes movimentações de preço, como observado nos últimos doze meses.

Como indicador único, as posições em aberto não asseguram projeções sobre a direção do mercado, apenas indicam a quantidade de dinheiro alocado em derivativos.

Entretanto, ao considerar as posições em aberto junto com a taxa de financiamento, que representa o custo de manter posições compradas ou vendidas em futuros perpétuos, é possível identificar o viés do mercado.

Uma taxa de financiamento positiva indica que posições compradas pagam as vendidas, e apontam para um cenário otimista. Já uma taxa negativa sugere que posições compradas são pagas por traders que operam a descoberto.

De acordo com a Glassnode, as taxas de financiamento do Bitcoin caíram recentemente e ficaram negativas. Junto com a alta quantidade de posições em aberto, o cenário indica que a alavancagem está tendendo para o lado pessimista (ou “bearish”).

No entanto, se o BTC continuar a se mover lateralmente, a taxa de financiamento pode se tornar um ônus para traders com posições vendidas, fazendo com que eles possam ceder e fechar as posições, impulsionando a volatilidade.

Da mesma forma, uma possível subida de preços pode forçar a liquidação de mais posições vendidas, o que, por sua vez, pode gerar ainda mais volatilidade.

O Bitcoin chegou perto de US$ 41.970 hoje, o que representa uma queda de 0,6% no dia. Dados do CoinDesk mostram que a principal criptomoeda do mercado é negociada em uma zona restrita entre U$ 40 mil e US$ 44 mil desde 7 de janeiro.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe