Recuperação

Bitcoin ganha força e atinge US$ 40 mil pela primeira vez em duas semanas

Preços chegaram a cair após o relatório de emprego dos EUA, mas se recuperaram no início da tarde

Por  CoinDesk -

O Bitcoin (BTC) saltou para uma máxima em duas semanas nesta sexta-feira (4), com os investidores de criptomoedas ficando mais confiantes de que o mercado se estabilizou após a queda recente e alguns analistas sinalizaram a possibilidade de um short squeeze.

O preço do Bitcoin subiu 8,9% nas últimas 24 horas para cerca de US$ 40.219, ultrapassando a barreira psicológica de US$ 40 mil pela primeira vez desde 22 de janeiro.

“Vários ataques no lado negativo não foram mais bem-sucedidos, pois o risco foi eliminado”, disse Daniel Kukan, trader sênior da Crypto Finance AG, ao CoinDesk.

Kukan disse que sua próxima meta para o nível de preços no lado positivo é entre US$ 42 mil e US$ 43 mil. Ele vê o suporte do mercado em US$ 33 mil – ou US$ 28 mil na pior das hipóteses, “que não tocamos”.

Em uma base intradiária, o Bitcoin ultrapassou o topo de sua faixa de preço de uma semana, depois de manter o suporte acima da zona de US$ 35 mil a US$ 37 mil.

Relatório de emprego dos EUA

O Bitcoin caiu brevemente depois que o Departamento de Trabalho dos EUA relatou um crescimento inesperadamente forte de empregos em janeiro, juntamente com grandes revisões para cima nos números relatados anteriormente para 2021.

Teoricamente, tal relatório seria negativo para a criptomoeda, porque o Federal Reserve pode precisar se mover de forma mais agressiva na elevação das taxas de juros para evitar o superaquecimento do mercado de trabalho. Em geral, o preço do Bitcoin respondeu negativamente à política monetária mais apertada.

“A reação inicial do Bitcoin ao relatório de folha de pagamento não agrícola chocantemente forte foi de fraqueza”, disse Edward Moya, analista de mercado sênior da corretora de câmbio Oanda.

Mas ele observou que “o Bitcoin conseguiu se estabilizar apesar das crescentes pressões inflacionárias que continuam a elevar os rendimentos dos títulos globais”.

O rendimento do Tesouro de 10 anos bateu superou seu nível de duas semanas de 1,92%. E o dólar também subiu nas últimas duas horas, enquanto as ações estão praticamente estáveis. O Bitcoin geralmente tem negociado em sincronia com as ações.

Jason Deane, analista de Bitcoin da Quantum Economics, disse que “os movimentos recentes do Bitcoin parecem ter coincidido com o último relatório de empregos dos EUA, e é possível que isso tenha simplesmente atuado como catalisador para um movimento atrasado de mercado”.

Separadamente, o mercado pode ter recebido uma dose extra de alta quando a Marathon Digital Holdings, uma empresa de mineração de Bitcoin na América do Norte, disse na sexta-feira que aumentou suas participações na criptomoeda para cerca de 8.595 BTC (US$ 338 milhões).

Laurent Kssis, especialista em fundos negociados em bolsa (ETF) de criptomoedas e diretor da CEC Capital, descreveu isso como um “aumento gigantesco”.

“Acho que isso pode estar relacionado à pequena flexão”, disse Kssis.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe