Criptomoedas

Os 3 fatores que fizeram o Bitcoin disparar 15% em poucos minutos

Maior criptoativo do mundo se recupera após bater seu menor valor em cinco meses na terça-feira

(Shutterstock)

SÃO PAULO – Durou pouco a queda do Bitcoin (BTC). Em questão de minutos, o maior criptoativo do mundo disparou 15% nesta sexta-feira (25) em meio a um noticiário bastante positivo, revertendo as perdas iniciadas na última quarta-feira (23), quando caiu para que seu menor nível em cinco meses.

Às 15h53 (horário de Brasília), o Bitcoin tinha alta de 14,37%, cotado a US$ 8.580, enquanto no Brasil os ganhos eram de 13,62%, a R$ 34.392. O movimento também puxa outros ativos, sendo que dos dez maiores em valor de mercado apenas o Tether registra queda.

No mesmo horário, o Ethereum avança 10,83%, para US$ 180, enquanto o Ripple tem ganhos de 6,00%, cotado a US$ 0,295707. O Bitcoin Cash também chama atenção, com uma das maiores altas, de 19,32%, a US$ 259.

PUBLICIDADE

Especialistas apontam para alguns fatores que podem ter desencadeado este movimento, três em especial.

O primeiro é o vencimento dos contratos futuros negociados na CME, a Bolsa de Chicago. Este evento ocorre toda última sexta-feira do mês e costuma movimentar bastante os preços do Bitcoin, conforme os investidores se realocam e ajustam suas posições.

Outro ponto que ajuda os preços é a declaração do presidente da China, Xi Jinping, que declarou que o país deve liderar o desenvolvimento do blockchain como uma tecnologia central de inovação.

Segundo ele, o blockchain deveria ser considerado um avanço importante e seu desenvolvimento deveria ser acelerado.

Por fim, alguns especialistas afirmam que a notícia de que Ivan Manuel Molina Lee, presidente da Crypto Capital, foi preso pela polícia da Polônia hoje. Isso, de forma indireta, pode ter impacto positivo no mercado por conta da relação de que este caso tem com a exchange Bitfinex.

Recentemente, a iFinex, empresa controladora da Bitfinex, entrou com um processo para tentar recuperar cerca de US$ 850 milhões em fundos vinculados à Crypto Capital. Especialistas apontam que a exchange usou seus fundos em Tether – uma stablecoin de sua operadora afiliada – para cobrir secretamente esta perda.

PUBLICIDADE

A recuperação, que seja de apenas uma parte, deste valor é positiva e pode significar a reentrada de grandes valores no mercado.

Invista em bitcoins com segurança, facilidade e taxa ZERO: abra uma conta gratuita na XDEX