Mercado em queda

Bitcoin cai e fica abaixo de US$ 40 mil pela primeira vez em duas semanas

A queda jogou um banho de água fria nos traders que apostavam na recuperação da moeda digital

Por  CoinDesk

Na manhã desta sexta-feira (18) o Bitcoin (BTC) caiu e ficou abaixo dos US$ 40 mil pela primeira vez em duas semanas, diminuindo as esperanças de alguns traders que acreditavam na recuperação da criptomoeda.

O BTC já havia desvalorizado 7,3% na quinta-feira (17), a perda mais acentuada em quatro semanas – o índice Dow Jones Industrial Average também teve seu pior dia de 2022.

Um declínio modesto durante a manhã levou o BTC a US$ 39.700. O preço rapidamente se recuperou para US$ 40.700, e logo depois ficou abaixo de US$ 40 mil novamente. No momento da redação deste texto, o ativo é negociado a US$ 40.173.

Analistas citaram que a tensão na Ucrânia influencia o sentimento no setor. Já os traders do mercado tradicional estão contando com a possibilidade de o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) estipular ações agressivas neste ano para apertar as condições monetárias e conter a inflação.

  • Assista: O que as tensões na Ucrânia têm a ver com o Bitcoin? Analista da Ohm Research responde no Cripto+

“O Bitcoin claramente perdeu sua função como ativo defensivo ultimamente, mostrando quase nenhuma correlação com o ouro, que estava em alta demanda na quarta e na quinta-feira”, disse Alex Kuptsikevich, analista financeiro sênior da FxPro, em um e-mail ao CoinDesk.

Nos mercados tradicionais, S&P 500 e Nasdaq recuavam 1,3%, e o Dow cai 0,5% após começarem o dia estável.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe