Investigação

Bitcoin Banco denuncia golpe de R$ 50 mi em exchanges

Grupo suspendeu os depósitos externos e limitou a R$ 10 mil os saques até a próxima semana

SÃO PAULO – O Grupo Bitcoin Banco (GBB) denunciou nesta sexta-feira (24) um esquema de fraude que atingiu a empresa com o saque indevido de cerca de R$ 50 milhões. De acordo com a GBB, cerca de 30 nomes já foram identificados e apresentados à Delegacia de Estelionato de Curitiba.

O Bitcoin Banco explica que o esquema de fraude se aproveitou de uma vulnerabilidade para realizar saques duplicados na plataforma da empresa.

“Técnicos estão consultando toda a base de dados e movimentações feitas nos últimos três meses nas exchanges NegocieCoins, TemBTC e BATExchange, que somam mais de 100 mil clientes”, disse a companhia em nota.

PUBLICIDADE

Segundo o grupo, está acontecendo uma investigação interna desde a semana passada, quando os técnicos da área de TI deles identificaram um súbito aumento de patrimônio de alguns clientes, decorrente de operações suspeitas de trade.

Para evitar mais prejuízos com saques fraudulentos, o GBB adotou a operação manual dos pagamentos solicitados, o que gerou lentidão no atendimento aos clientes desde quinta-feira, dia 16. Com isso, houve um acúmulo atípico de solicitações de saque e algumas operações que demoravam 24 horas passaram a demorar até 96 horas.

“Como é caraterística do GBB, todos os pagamentos serão honrados. Porém, por causa da fraude, não podemos mais nos comprometer com prazo máximo”, diz Johnny Pablo dos Santos, presidente do GBB. “Esperamos poder normalizar tudo entre os dias 29 de maio e 5 de junho”, completa.

Medidas de emergência
O Grupo Bitcoin Banco informou ainda que adotou medidas emergenciais para conter a fraude e regularizar as operações. Para isso, estão suspensos os depósitos e saques externos feitos entre esta sexta-feira (24) e terça-feira (28). Por outro lado, as operações de trade e transferências interexchanges continuam liberadas.

Além disso, o limite de saque será de R$ 10 mil e 1 Bitcoin por dia, a partir de quarta-feira (29), por prazo indeterminado. Dos pedidos de saque já feitos, nenhum será cancelado, mas todos que excederem R$ 10 mil serão reajustados para o limite diário estabelecido. Os pagamentos serão feitos a partir do dia 29 de maio.

“O Grupo Bitcoin Banco alerta seus clientes e o mercado sobre a ação dos criminosos e a possibilidade de que eles estejam tentando outros golpes, como oferecer a compra de posição em criptomoeda com deságio de até 50%”, diz o grupo em comunicado.

PUBLICIDADE

Invista em bitcoins com segurança, facilidade e taxa ZERO: abra uma conta gratuita na XDEX