BCE discute possível compra de ativos em um total de € 125 bilhões em maio

A quantia é mais que o dobro dos € 60 bilhões anunciados anteriormente pela autoridade monetária no início deste mês

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Conselho do BCE (Banco Central Europeu) está discutindo a possibilidade da autoridade monetária adquirir ativos em um total de € 125 bilhões ainda neste mês. A cifra representa mais que o dobro do concordado anteriormente, segundo informaram fontes próximas ao assunto à Bloomberg.

O pacote proposto na reunião do Conselho no dia 7 de maio inclui a aquisição de bônus corporativos e ativos comerciais, revelaram as fontes que optaram em não se identificar.

Na ocasião, após o encontro, o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, anunciou um plano para comprar bônus conversíveis em uma quantia total de € 60 bilhões.

Aprenda a investir na bolsa

O porta-voz do BCE se negou a comentar o assunto.

Oposição

O alemão Axel Weber, membro da administração do BCE, foi contra a compra de ativos e sugeriu que a autoridade monetária se concentrasse na tentativa de fazer com que as instituições financeiras emprestassem dinheiro entre si.

Apoio

Mais de 15 pequenas nações da Zona do Euro solicitaram ao BCE para que siga os paços do Federal Reserve, o banco central norte-americano, e do BoE (Bank of England) na compra de ativos, visando assim elevar a liquidez no sistema financeiro e reduzir os possíveis riscos de deflação nas economias da região.