Crise grega no radar

BCE deve realizar conferência telefônica amanhã sobre Grécia, diz fonte

Após o inesperado anúncio de um referendo sobre o programa de austeridade em troca de ajuda financeira, filas se formaram nos caixas eletrônicos em Atenas, onde alguns já estavam completamente sem dinheiro

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

Atenas, 27/06/2015 – O Banco Central Europeu (BCE) deverá realizar amanhã reunião por meio de conferência telefônica para discutir a Grécia, disse uma autoridade grega. Após o inesperado anúncio de um referendo sobre o programa de austeridade em troca de ajuda financeira, filas se formaram nos caixas eletrônicos em Atenas, onde alguns já estavam completamente sem dinheiro.

O BCE tem sido uma peça chave para a sustentação do sistema bancário da Grécia e enfrenta, ao mesmo tempo, um dilema já sua credibilidade como instituição baseada em regras pode acabar sendo questionada.

Se o Banco Central Europeu decidir que não vai mais cobrir o número crescente de saques, os bancos gregos podem ser forçados a fechar suas portas e o governo lançar mão de um drástico controle de capital.

Aprenda a investir na bolsa

Analistas dizem que o BCE não pode mais ficar em cima do muro. Sem a aprovação do pacote até o final de junho, a Grécia entrará em situação de calote no pagamento de 1,55 bilhão de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que vence em 30 de junho. Mais crítico ainda, da perspectiva do BCE, é o fato de que não estará mais atuando dentro do programa de ajuda dos governos da zona do euro que vence no mesmo dia.

O BCE pode ter de decidir se irá quebrar suas regras de concessão de empréstimos e assim manter os bancos gregos líquidos até o referendo com empréstimos de emergência, com o que já desembolsou próximo de 89 bilhões de euros, ou restringir a provisão de recursos e tomar o risco de provocar uma crise bancária. Fonte: Dow Jones Newswire