Política monetária

BC eleva projeção da inflação de 7,9% para 9% em 2015, diz Relatório

Autarquia já está mais pessimista com a inflação do que a mediana dos analistas de mercado consultados no Relatório Focus

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Banco Central divulgou nesta quarta-feira (24) o seu Relatório Trimestral de Inflação, revisando as suas projeções para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em 2015 para 9,0% ao ano ante 7,9% pelo cenário de referência. Já pelo cenário de mercado, a previsão passou de 7,9% para 9,1%. Assim, a autoridade monetária já prevê uma inflação maior do que a mediana dos analistas de mercado que aparecem no Relatório Focus. Na segunda-feira, o número ficou em 8,97%. 

A chance do IPCA romper o teto da meta do BC, atualmente em 6,5% ao ano, é de 99% segundo a autarquia para 2015 e de 11% para 2016. Já o PIB (Produto Interno Bruto) deve ter retração de 1,1% no ano. 

O BC também disse que os avanços obtidos até agora pelo aperto monetário com o objetivo de reduzir a inflação ainda são insuficientes, deixando aberta a possibilidade de novos aumentos nos juros para as próximas reuniões do Copom (Comitê de Política Monetária). Apesar disso, a autoridade monetária diz que o cenário de convergência para 2016 tem se fortalecido. 

Aprenda a investir na bolsa

Para 2016, a projeção do BC para o IPCA, informação mais esperada pelo mercado financeiro nos últimos dias, é de alta de 4,8%, pelo cenário de referência. A estimativa anterior do BC era de 4,9%. A promessa do BC é entregar a inflação na meta de 4,5% no fim de 2016. Já no cenário de mercado, a previsão de alta de 5,1% para o próximo ano foi mantida.

As estimativas serão fundamentais para os analistas do setor privado calibrarem suas previsões para a próxima decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), marcada para final de julho. A dúvida é sobre se o BC manterá o ritmo de alta de 0,50 ponto porcentual, como nos últimos meses, ou se já está se aproximando do fim do ciclo de aperto monetário. Desde outubro, o Comitê opta por elevar a taxa básica de juros ininterruptamente. Atualmente, a Selic está em 13,75% ao ano.

A mediana das previsões do mercado para o IPCA de 2016 está estacionada há cinco semanas em 5,50% no Relatório de Mercado Focus. No grupo Top 5, que reúne as cinco instituições que mais acertam as estimativas para o índice no médio prazo, a mediana das previsões está em 5,21%.

(Com Reuters)