Bank of America precifica 825 milhões de ações para oferta a US$ 10 cada

Medida faz parte do plano da instituição para levantar capital e atender solicitações do governo após testes de estresse

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Fontes próximas ao Bank of America revelaram à agência CNBC, na noite desta terça-feira (19), que o banco pretende emitir 825 milhões de ações para oferta, com preço inicial estimado em US$ 10 cada.

O objetivo da instituição é levantar parte do capital exigido pelo governo dos EUA após os testes de estresse.

Os valores citados apontam que a oferta corresponderia a US$ 8,2 bilhões em capital, quantia substancialmente menor que os US$ 33,9 bilhões solicitados pelo governo quando da divulgação dos resultados dos testes.

Aprenda a investir na bolsa

Depois da divulgação da notícia, as ações do banco mantiveram a tendência do pregão e operam com queda de 2,22% no after-hours, após terminar as negociações no horário regular com desvalorização de 4,09%. Os papéis da instituição fecharam o pregão da terça-feira cotados a US$ 11,25.

Plano de Financiamento

O plano do banco é levantar algo em torno de US$ 17 bilhões. Para atingir seu objetivo a instituição deve lançar mão de diversas ferramentas, com a possibilidade de conversão de ações preferenciais por ordinárias.

Na última semana, o Bank of America conseguiu adicionar mais US$ 7,3 bilhões a sua meta, após vender 5,8% de sua participação no capital social do China Construction Bank. Conforme fontes ligadas ao banco, as ações foram vendidas com um deságio de aproximadamente 14% frente à cotação dos ativos na última sessão.