Bancos e criptos

Banco japonês Sumitomo Mitsui Trust vai oferecer custódia de criptomoedas

Essa decisão segue movimentação global de bancos na direção de criptomoedas

Por  CoinDesk -

Segundo reportagem do jornal Nikkei Asia, o banco japonês Sumitomo Mitsui Trust vai criar uma nova companhia para oferecer serviços de custódia de ativos digitais para investidores institucionais.

O público-alvo da nova empresa, intitulada de Japan Digital Asset Trust, será os investidores institucionais incomodados com o risco de roubo de criptomoedas.

A decisão de criar a nova unidade veio após a concorrente japonesa Nomura anunciar, no começo deste mês, que está lançando uma subsidiária para dar aos clientes institucionais acesso a criptomoedas.

Essas medidas também representam uma movimentação global na direção da classe de ativos, com bancos como o BNP Paribas começando a usar a Onyx, rede com base na blockchain do JP Morgan, para trading de renda fixa.

O serviço de custódia vai ser uma joint-venture entre a Bitbank, maior exchange de criptomoedas do Japão, que vai ter 85% de participação, e o Sumitomo Mitsui Trust, com 15%.

O Japan Digital Asset Trust vai ter capital inicial de US$ 2,3 milhões, esperando expandir essa cifra para US$ 78 milhões com investimentos adicionais.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe