Banco da Agricultura da China vende bônus e eleva capital em US$ 7,3 bilhões

Após operação bem-sucedida em renda fixa, instituição deve realizar IPO de grande porte no segundo semestre

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O BAC (Banco da Agricultura da China) anunciou nesta terça-feira (19) que elevou seu capital em 50 bilhões de yuans (US$ 7,3 bilhões), em uma transação que foi considerada a maior venda de bônus corporativos já feita no país.

Conhecido como o maior concessor de empréstimos destinados à população rural na China, atingindo mais de 800 milhões de pessoas, o BAC tinha como meta elevar seu capital em 40 bilhões de yuans na operação.

A venda de bônus subordinados eleva as expectativas para que a instituição financeira caminhe rumo à abertura de capital no mercado de ações.

Estreia

Aprenda a investir na bolsa

O IPO (Oferta Pública Inicial), previsto para ocorrer a partir do segundo semestre deste ano, será o maior já feito por um concessor de empréstimos na China desde 2006.

Em alta

As companhias chinesas já venderam 122,3 bilhões de yuans em bônus domésticos durante os primeiros quatro meses de 2009, o que representa o triplo quando comparado a igual período do ano anterior.

Outro caso

Em fevereiro, o Banco da Construção da China, segundo maior concessor de empréstimos do gigante asiático, elevou em 40 bilhões de yuans seu capital através da venda de bônus subordinados.