Novas regras

Banco Central da Ucrânia proíbe compras de criptomoedas em moeda local

Indivíduos só podem comprar criptomoedas com moeda estrangeira até um valor de 100.000 hryvnia ucraniano (US$ 3.400) por mês

Por  CoinDesk -

O banco central da Ucrânia proibiu a compra de criptomoedas usando a moeda local do país, invocando a lei marcial que está em vigor desde a invasão da Rússia.

Pessoas só podem comprar criptomoedas usando moeda estrangeira até o valor de 100.000 hryvnias ucranianos (cerca de US$ 3.400) por mês, disse o Banco Nacional da Ucrânia na quinta-feira (21).

As compras de criptomoedas são classificadas como transações “quasi cash” (transações que representam a compra de moedas ou itens estrangeiros que podem ser conversíveis em dinheiro), que também incluem reabastecimento de carteiras eletrônicas, corretagem ou conta forex e pagamento de cheques de viagem.

As medidas estão sendo tomadas “para evitar a saída improdutiva de capital do país sob a lei marcial”.

A Ucrânia legalizou formalmente as criptomoedas no país no mês passado, determinando que o status legal, classificação, propriedade e reguladores de ativos virtuais serão regulamentados pela Comissão Nacional de Valores Mobiliários e Mercado de Ações.

Na época, a Ucrânia havia recebido pelo menos US$ 100 milhões em doações de criptomoedas desde a invasão russa.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe