2ª multa nesta semana

B3 (B3SA3) recebe nova infração da Receita Federal, no valor de R$ 1,2 bilhão

Multa está relacionada ao cômputo das variações cambiais positivas do investimento no CME Group, em virtude da venda dessa fatia em 2016

Por  Mariana Zonta d'Ávila

SÃO PAULO – A B3 (B3SA3) informou na noite de sexta-feira (29) que recebeu uma nova infração da Receita Federal no valor de R$ 1,172 bilhão relacionada ao cômputo das variações cambiais positivas do investimento no CME Group, em virtude da venda dessa fatia que a companhia promoveu em 2016.

Esta é a segunda multa que a Bolsa brasileira recebe nesta semana. Na quarta-feira (27), a B3 foi multada em R$ 204 milhões em meio a questionamentos sobre a amortização, para fins fiscais, no exercício de 2017, de ágio gerado pela combinação dos negócios com a Bovespa Holding, em maio de 2008.

De acordo com comunicado divulgado pela B3, o auto de infração encontra-se fundamentado, em síntese, na alegação de que as variações cambiais positivas não poderiam ter sido computadas no valor contábil do investimento para o cálculo do ganho de capital na sua venda.

“A B3 apresentará impugnação ao referido auto de infração no prazo regulamentar e reafirma seu entendimento de que o ganho de capital apurado na venda das ações do CME Group Inc. foi calculado em estrita observância da legislação fiscal”, escreve a companhia.

A B3 já tinha sido multada pela Receita em março de 2020, no valor de R$ 336,4 milhões, também pela venda de uma parte do seu investimento no CME Group Inc., em setembro de 2015.

Aprenda a transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

Compartilhe