Entenda

Avianca Brasil entra com pedido de recuperação judicial

Segundo o jornal, o pedido, de R$ 500 milhões, está em segredo de Justiça

SÃO PAULO – Endividada, a Avianca Brasil entrou na última segunda-feira (10) com o pedido de recuperação judicial na 1ª Vara Empresarial de São Paulo. O pedido, que abarca dívidas de R$ 500 milhões, está em segredo de Justiça. 

A companhia aérea, que expandiu rapidamente no Brasil, enfrenta uma série de dificuldades para pagar fornecedores e cumprir obrigações com concessionárias de aeroportos.

Na semana passada, uma decisão da Justiça de São Paulo obrigou a Avianca a devolver 11 aviões – o equivalente a 18% de sua frota – para a Constitution Aircraft, subsidiária da americana Aircastle, de aluguel de aeronaves. Além disso, outras duas aeronaves arrendadas pela Avianca são alvo de disputa na Justiça por falta de pagamento.

PUBLICIDADE

Estima-se que toda a dívida da Avianca com todos os aeroportos brasileiros, públicos e privados, chegue a quase R$ 100 milhões.

Endividamento

No trimestre encerrado em junho, a companhia captou R$ 130,7 milhões em empréstimos com os bancos ABC, Daycoval, Safra e Fibra, com vencimentos entre 2018 e 2021. Assim, o volume de financiamentos, que no fim de 2017 somava R$ 194 milhões, chegou a R$ 306 milhões seis meses depois, aponta relatório entregue à Anac.

No documento, a empresa afirma que tem conseguido aumentar suas receitas, mas não o suficiente para compensar as altas no preço do combustível e a variação cambial. Diz ainda que está controlando os gastos e que pretende recorrer ao mercado para estender o prazo dos empréstimos. Do total da dívida financeira, apenas 22,7% vence em 2021, o restante, até 2019.

O InfoMoney tentou contato com a Avianca, mas não obteve retorno até a publicação da matéria.

Com Agência Estado

Fuja de ciladas: abra sua conta na XP e invista o seu dinheiro com assessoria especializada