Crise

Autoridade alemã diz que ainda há muitas questões sobre Grécia

Segundo autoridade alemã, antes de um acordo para a próxima parcela de ajuda ao país a troika deve resolver muitas questões

BERLIM – A troika – grupo de credores internacionais formado pela Comissão Europeia, BCE (Banco Central Europeu) e FMI (Fundo Monetário Internacional) – ainda tem muitas questões em aberto sobre a endividada Grécia para resolver antes de chegar a um acordo sobre o pagamento da próxima parcela de ajuda ao país, afirmou uma autoridade do governo alemão nesta quinta-feira (1).

A autoridade disse que a Grécia não será um tópico central do encontro das 20 principais economias do mundo no México neste final de semana, mas que o assunto será provavelmente discutido às margens da reunião.

“Ainda há questões em aberto, uma série de questões em aberto sobre a Grécia dentro da troika, mas também dentro do Eurogroup (grupo de ministros das Finanças da zona do euro)”, afirmou a autoridade.

A autoridade disse ainda que a Alemanha perguntará aos Estados Unidos novamente sobre o que o país planeja fazer sobre o chamado “abismo fiscal”, mas que está preparada para uma resposta de que isso não pode ser resolvido antes das eleições presidenciais.

Os Estados Unidos informaram na quarta-feira (31) que a nação atingirá o limite legal de sua dívida próximo ao final do ano.

“Você entende que, a partir de uma visão europeia, essas questões são importantes também para a economia global que nós queremos esclarecer”, disse a autoridade.

“Nós estamos preparados para conversar sobre nossos pontos de forma transparente, mas por favor, nós esperamos o mesmo de nossos parceiros europeus e internacionais.”

Os encontros entre os ministros das Finanças e membros de bancos centrais do G20 na Cidade do México acontece após reuniões em Tóquio há mais de duas semanas, que endossaram uma lista de reformas políticas visando a pressionar a Europa e os Estados Unidos a resolverem seus problemas de dívida.