RADAR INFOMONEY Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

Fernanda Nechio

Atuação do Banco Central no câmbio só acontece em momentos disruptivos, diz diretora

"O BC é espectador do fiscal, especialmente um BC autônomo sem possibilidade de sofrer intervenções políticas", disse Fernanda Nechio

(Shutterstock)

A diretora de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos do Banco Central, Fernanda Nechio, respondeu nesta terça-feira, 9, que a comunicação do BC sobre a política monetária é mais usual do que sobre a política cambial, porque o cumprimento do regime de metas de inflação é o principal objetivo da instituição.

“A atuação do BC é bastante presente no câmbio, mas isso só acontece em momentos disruptivos do mercado. Por isso, a comunicação do BC é maior sobre política monetária do que sobre política cambial”, explicou, em aula magna virtual sobre política monetária e comunicação a alunos de graduação da PUC-Rio.

Ela respondeu também que o BC não interfere na política fiscal do governo. “O BC é espectador do fiscal, especialmente um BC autônomo sem possibilidade de sofrer intervenções políticas”, completou.

Autonomia

A diretora avaliou ainda que a recém-aprovada autonomia legal do BC confere mais credibilidade à comunicação da autoridade monetária, possibilitando assim uma maior eficácia das decisões de política monetária. “A comunicação só funciona se houver credibilidade. Se mercado e sociedade não acreditarem no BC, não adianta fazer anúncios”, afirmou.

Estagnado em sua profissão? Série gratuita do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações em 2021. Clique aqui para se inscrever.