Americanas aprova grupamento de ações e aumento de capital de até R$ 40,7 bilhões

O grupamento das ações ordinárias da empresa será na proporção de 100 para 1

Reuters

Publicidade

Acionistas da varejista Americanas (AMER3), que está em recuperação judicial, aprovaram nesta terça-feira aumento de capital social da companhia durante assembleia geral extraordinária, conforme ata da reunião.

O valor mínimo aprovado para o aumento de capital social é de 12,3 bilhões de reais, com emissão de ao menos 9,4 bilhões de novas ações, enquanto o valor máximo soma 40,7 bilhões de reais, e emissão de até 31,3 bilhões de ações, segundo o documento. O preço de emissão é de 1,30 real por papel.

Na mesma data, acionistas também aprovaram o grupamento das ações ordinárias da empresa na proporção de 100 para 1, de acordo com ata enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Continua depois da publicidade

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

“A proposta de grupamento tem o objetivo principal de enquadrar a cotação das ações de emissão da companhia em parâmetro de preço mais em linha com os seus pares e outras companhias do porte da Americanas”, afirmou a Americanas em aviso aos acionistas. Os efeitos do grupamento serão aplicados a partir de 17 de julho, acrescentou.