Entrevista

As 9 apostas para 2018 do fundo que conseguiu 74% de ganhos na bolsa no ano passado

Fundo foi criado em novembro de 2007 e de lá pra cá já rendeu 200%, enquanto o Ibovespa subiu apenas 17%

SÃO PAULO – De olho em oportunidades na bolsa para 2018, o InfoMoneyTV entrevistou nesta quarta-feira (17) Rodrigo Glatt, sócio da GTI Administração de Recursos, cujo fundo de ações (GTI Dimona Brasil) teve rentabilidade de 74% em 2017, quase o triplo da alta do Ibovespa no ano (+26,7%). Durante a entrevista, Glatt apontou 9 das principais apostas para este ano: Locamerica (LCAM3), Guararapes (GUAR3), Metalúrgica Gerdau (GOAU4), Usiminas (USIM5), Embraer (EMBR3), Sabesp (SBSP3), Itaúsa (ITSA4), JSL (JSLG3) e Alliar (AALR3).

Da lista, Locamerica e Guararapes foram as grandes estrelas do fundo em 2017, que atualmente possui R$ 104 milhões em ativos sob gestão. Junto com Itaúsa, as duas empresas possuem maior representatividade no portfólio, entre 10 e 15% de participação cada. O setor siderúrgico, que segue forte neste ano, também está representado no fundo com 14%, peso equitativamente dividido entre Metalúrgica Gerdau e Usiminas.

Já pensando em 2018 e prevendo maior volatilidade por conta das eleições, Glatt adicionou três nomes defensivos ao portfólio: Alliar, Sabesp e Embraer. Confira abaixo a entrevista completa e o racional de investimento de cada empresa:

PUBLICIDADE

Quer investir em fundos? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos