Após três altas consecutivas, bolsas europeias fecham em queda

Revisão da perspectiva para ratings do Reino Unido favorece interrupção da sequência favorável do mercado

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após três sessões consecutivas de ganhos, as bolsas europeias fecharam a quinta-feira (21) em queda, influenciada negativamente pelas projeções apontadas na ata do Federal Reserve e pelo revisão da perspectiva para os ratings da economia britânica. Indicadores econômicos norte-americanos aquém do esperado favoreceram a guinada ao campo vermelho.

Após o fechamento dos índices europeus na última sessão, foi divulgado nos EUA a ata da última reunião do Federal Reserve, cujas projeções pessimistas em relação à economia do país afetaram o rendimento dos mercados, refletindo nas bolsas europeias apenas nesta quinta-feira.

Contribuindo para as perdas, a perspectiva dos ratings “AAA” do Reino Unido foi revisada para negativa pela Standard & Poor’s.

Aprenda a investir na bolsa

Voltando aos EUA, o nível de atividade industrial caiu mais do que o esperado em maio. Já o número de pedidos de auxílio-desemprego foi maior do que as expectativas na última semana.

Destaques corporativos

O noticiário pressionou os preços das commodities. Com isso, as empresas produtoras de matérias-primas lideraram as perdas na Europa, com destaque para a Kazakhmys (-9,56%), a mais desvalorizada no índice FTSE 100 de Londres.

Ainda no setor, o Credit Suisse cortou a recomendação aos papéis da ThyssenKrupp (-4,16%), de “acima da média” para “em linha com o mercado”. Papéis de Eurasian (-9,27%), ArcelorMittal (-8,42%), Rio Tinto (-7,23%), BHP Billiton (-6,3%) seguiram a esteira de queda dentre as companhias produtoras.

Confira os principais índices da Europa

O índice FTSE 100 da bolsa de Londres apresentou desvalorização de 2,75% a 4.345 pontos, acumulando no ano baixa de 2,00%, enquanto
o CAC 40 da bolsa de Paris encerrou em baixa de 2,60%, atingindo 3.217 pontos e sua variação no ano acumula leve baixa de 0,02%.

A Bolsa de Frankfurt, apresentou uma baixa de 2,74% , atingindo 4.901 pontos, acumulando uma forte valorização de 1,88%.

PUBLICIDADE

%Var DiaPontos%Var 30D%Var Ano
CAC 40-2,603.217+8,19-0,02
DAX 30-2,744.901+8,86+1,88
FTSE 100-2,754.345+8,98-2,00
MIB 30-2,9720.565+12,16+2,50