Debate

Após anúncio de Trump, Alemanha, França e Itália dizem que Acordo de Paris não é renegociável

A Reuters informou ainda que Macron falou com o Trump no telefone, dizendo-lhe que "nada poderia ser renegociado"

SÃO PAULO – Itália, França e Alemanha disseram nesta quinta-feira (1) que lamentam a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de se retirar do acordo climático de Paris e rejeitou a sugestão do republicano de que o pacto global poderia ser revisado.

“Consideramos irreversível o impulso gerado em Paris em dezembro de 2015 e acreditamos firmemente que o Acordo de Paris não pode ser renegociado, pois é um instrumento vital para o nosso planeta, sociedades e economias”, disseram os líderes dos três países em uma declaração conjunta, segundo informações da Reuters.

O primeiro-ministro italiano Paolo Gentiloni, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês, Emmanuel Macron, pediram a todos os seus aliados que acelerem os esforços para combater as mudanças climáticas e disseram que farão mais para ajudar os países em desenvolvimento a se adaptarem.

PUBLICIDADE

A declaração ocorreu depois que o presidente Donald Trump anunciou, nesta tarde, que os EUA irão se retirar do acordo de mudança climática de Paris. Trump disse em seu anúncio de que os EUA buscarão um acordo mais “justo”. A Reuters informou ainda que Macron falou com o Trump no telefone, dizendo-lhe que “nada poderia ser renegociado”.