Abertura de capital

Aplicativo de idiomas Duolingo protocola pedido para IPO nos EUA

Fundada em 2011, empresa soma mais de 500 milhões de downloads ao redor do mundo

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – A plataforma de ensino de idiomas Duolingo protocolou o pedido de registro e o prospecto da sua oferta inicial de ações (IPO) junto à Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM americana) na última segunda-feira (29).

Sob o código de negociação “DUOL”, a empresa pretende abrir capital na bolsa de Nova York (Nasdaq), nos Estados Unidos.

Focado no ensino gratuito de idiomas, o aplicativo possui um portfólio composto por 95 cursos em 38 idiomas, desde aqueles mais conhecidos – como inglês, espanhol, francês e italiano – até aqueles menos falados, como galês e havaiano.

No primeiro trimestre deste ano, a empresa registrou uma receita de US$ 55,4 milhões, alta de 97% na base anual. Já no acumulado de 2020, a receita foi de US$ 161,7 milhões, um forte aumento de 129% ante o ano anterior.

Fundada em 2011 na cidade americana de Pittsburgh por dois engenheiros (Luis von Ahn e Severin Hacker), o aplicativo tem mais de 500 milhões de downloads e ocupa posição de destaque na categoria de educação tanto no Google Play quanto na Apple Store, segundo informou a companhia no prospecto.

Curso gratuito mostra como iniciar carreira no mercado financeiro começando do zero, com direito a certificado. Inscreva-se agora.

Compartilhe