Usina nuclear

Angra 2 vai parar por 42 dias para reabastecimento de combustível

A unidade tem capacidade instalada para gerar 1.350 MW, que serão retirados do sistema por esse período.

Por  Estadão Conteúdo -

A usina nuclear Angra 2, no Rio de Janeiro, vai parar para reabastecimento às zero horas do próximo domingo, 12, informou a Eletronuclear. Além da troca de combustível, estão previstas manutenções, testes e inspeções periódicas exigidas por especificações técnicas. A duração estimada é de 42 dias.

A unidade tem capacidade instalada para gerar 1.350 MW, que serão retirados do sistema por esse período. A parada da unidade, porém, será feita em um momento em que os reservatórios das hidrelétricas brasileiras, ao contrário do ano passado, estão operando com tranquilidade e representam mais de 70% de toda a geração elétrica do País.

As maiores armazenagens estão sendo observadas nos reservatórios do subsistema Norte (98,7%), seguido pelo Nordeste (93.5%), Sul (93,1%) e Sudeste (66,3%). Na média, o armazenamento de água está em 74,6%.

Serão realizadas em torno de 5.500 mil atividades.

De acordo com a Eletronuclear, esta parada vai incluir tarefas que foram postergadas nas duas últimas paradas, reduzidas ao mínimo necessário por conta da pandemia da pandemia do covid-19. Para realizar o trabalho programado, foram contratados 1.250 profissionais brasileiros e 160 estrangeiros.

De acordo com superintendente de Angra 2, Fabiano Portugal, a parada, encerra o 18º ciclo de operação da usina. “Esse período foi marcado por um excelente desempenho. Angra 2 operou durante 316 dias com uma potência média de 97,1%. Com esse fator de carga, o ciclo que passou foi o 8º melhor da história da usina”, disse o executivo.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe