EM DESTAQUE EUA criam 4,8 milhões de vagas em junho, acima da expectativa dos economistas

EUA criam 4,8 milhões de vagas em junho, acima da expectativa dos economistas

Análise técnica

Analistas da Rico revelam suas estratégias para operar análise técnica

Pam Semezzato e André Moraes explicam a necessidade de se colocar stops em cada operação para ganhar muito e perder pouco

SÃO PAULO – Existem diversas ferramentas que o investidor pode utilizar para identificar os melhores momentos de comprar ou vender uma ação. A mais conhecida é a análise fundamentalista, em que se observam os dados financeiros da empresa para projetar o quanto ela deveria valer e comparar esse resultado com o preço atual da ação dessa companhia. Já na análise técnica, o investidor usa o gráfico do desempenho do papel para operar em cima de padrões que indiquem movimentos de alta ou de baixa.

Os analistas da Rico Investimentos, André Moraes e Pam Semezzato, contaram no painel de análise técnica do evento Onde Investir 2020 um pouco sobre como preferem montar suas estratégias de investimentos. Na opinião deles, é sempre importante ao se posicionar em uma ação ter clara a sua estratégia e não mudar no meio do caminho a menos que apareça no gráfico algum sinal de reversão de tendência.

PUBLICIDADE

Pam Semezzato ressaltou ainda a importância do “stop loss“, que é colocar uma ordem automática de venda para a ação se ela cair até determinado valor. “Se eu tenho topos e fundos ascendentes, a partir do momento em que [a cotação do papel] perdeu o fundo anterior, pode ser uma reversão ou uma correção mais forte. Ou seja, os stops devem ficar abaixo dos últimos fundos que a cotação traçou”, explica.

André Moraes citou os riscos de se “apegar emocionalmente” a uma empresa. “Uma coisa que não funciona é tirar o stop. “Na perda, saia rápido e perca pouco, porque é isso que vai te ajudar [a ter sucesso nos seus investimentos] ao longo de 100 operações”.

Entre as estratégias específicas de cada um, Moraes afirmou que prefere usar suporte e resistência a trabalhar com indicadores como o Índice de Força Relativa (IFR) e outros que cruzam volume de negociações com desempenho da ação.

Ele também defendeu a utilização de gráficos com períodos mais longos para o investidor ter um histórico mais relevante dos pontos em que a ação analisada encontra pressão compradora ou vendedora.

Já Pam destacou que gosta de operar com médias móveis exponenciais de 9 e 34 dias, média móvel aritmética de 200 dias, Bandas de Bollinger, volume financeiro e DI+ DI- ADX. Além é claro, de também realizar trades usando suporte e resistência.

Onde Investir 2020

Onde Investir 2020 é um evento do InfoMoney, que foi realizado ao longo desta semana de forma online e gratuita. Veja aqui a programação completa.

PUBLICIDADE

Perdeu algum painel? Não se preocupe, todo o conteúdo ficará disponível no canal do YouTube do InfoMoney.

Quer investir nas melhores ações da Bolsa usando análise técnica? Abra uma conta na Rico Investimentos.