RADAR INFOMONEY Temporada de balanços: MRGF3 volta a subir com resultados e aceno chinês; WEGE3 sobe mais de 1,5%

Temporada de balanços: MRGF3 volta a subir com resultados e aceno chinês; WEGE3 sobe mais de 1,5%

Análise Técnica

Analista enxerga Ibovespa chegando até 125 mil pontos, mas recomenda cautela a sinais de reversão

Giba Coelho destaca que o índice tem suportes - regiões de preço que geralmente atraem vendedores - nos 107.800 e nos 105.500 pontos

(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa bateu nesta quarta-feira (25) os 110 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro, furando um teto psicológico que parecia muito persistente após sucessivas caminhadas aos 105 mil e 106 mil pontos seguidas por correções.

De acordo com Gilberto Coelho, analista técnico da XP Investimentos, a projeção de Fibonacci no gráfico do benchmark indica que esse movimento de alta pode continuar até os alvos de 113.300 pontos ou 125 mil pontos.

No entanto, a tendência de alta precisa ser acompanhada com cuidado, pois a perda de volume e de fôlego das altas podem indicar acender o alerta de que uma correção está por vir.

Giba Coelho destaca que o índice tem suportes – regiões de preço que geralmente atraem vendedores – nos 107.800 e nos 105.500 pontos. Portanto, o investidor deve ficar bastante atento a esses patamares, que uma vez perdidos poderiam indicar uma reversão de tendência – ao menos no curto prazo.

Análise técnica

Chamada de análise gráfica por alguns, ela parte do pressuposto de que tudo o que pode ser medido acerca do desempenho futuro de uma ação já está precificado.

Desse modo, os movimentos diários do papel teriam um componente muito maior de percepção psicológica dos investidores sobre se está caro ou barato, subiu demais ou caiu demais, do que de fundamentos.

As operações em análise técnica, então, são guiadas a partir de um estudo do gráfico do preço da ação, verificando quais patamares de preço geralmente atraem vendas (resistências) e quais outros atraem compras (suportes).

Outras ferramentas da análise técnica incluem o Índice de Força Relativa (IFR), projeção de Fibonacci e análise de médias móveis.

PUBLICIDADE

Para ter acesso a mais análises, participe do grupo de Telegram do InfoMoney. Use o link de acesso para entrar no grupo e faça parte da nossa base de mais de 130 mil investidores que já acompanham o grupo.

Invista no ativo com maior potencial de valorização: o seu conhecimento. Aproveite descontos de até R$ 1.319 nos cursos do InfoMoney e Xpeed – vagas limitadas!