Justiça

Análise do Carf sobre caso BM&F deve gerar “ruído”, diz Bradesco BBI em relatório

“Seguindo as recomendações da comissão de assessores e de auditoria jurídica da BM&F, a companhia não fez uma provisão e continua amortizando o ágio para fins fiscais”

arrow_forwardMais sobre

(Bloomberg) — Qualquer performance fraca relativa ao ‘ruído’’ gerado por análise do Carf sobre caso da BM&FBovespa (BVMF3) deve ser vista como oportunidade de entrada, diz o Bradesco BBI em relatório enviado a clientes, assinado por Rafael Frade, Gabriel Gusan e Alain Nicolau. Veja os destaques do relatório:

Carf pode analisar hoje recurso especial da BM&F Bovespa

BM&F classifica o risco de perda associada ao caso como “remoto”

“Seguindo as recomendações da comissão de assessores e de auditoria jurídica da BM&F, a companhia não fez uma provisão e continua amortizando o ágio para fins fiscais”

BBI enxerga 3 cenários possíveis para hoje: decisão adiada, recurso novamente negado ou recurso surpreendentemente aceito

Caso envolvia R$ 1,137 bi até junho de 2016

“Nossa visão sobre BM&F permanece inalterada, e ainda vemos como uma das melhores opções para uma recuperação no mercado financeiro”

Esta matéria foi publicada em tempo realapara assinantes do serviço BloombergaProfessional.