Conteúdo editorial apoiado por
IM Trader

Ambev (ABEV3): ações vêm desde novembro com tendência de baixa, sem força de reversão, aponta análise técnica

No longo prazo, as ações de Ambev seguem em tendência de alta, enquanto se mantiverem acima do fundo de 2020, em R$ 10,00

Rodrigo Petry

Publicidade

As ações da Ambev (ABEV3) acumulam quedas de 10% em 2023 e de 17% em três meses. Na abertura do pregão desta quarta-feira (8), às 10h20, os papéis da fabricante de bebidas recuavam 0,08%, cotados a R$ 12,95.

Segundo a analista técnica da Clear, Pam Semezzato, de novembro do ano passado até agora, a ação vem com tendência de baixa, “fazendo topos e fundos descendentes”.

Conforme ela, o papel deixou “alguns candles bons de reversão, mas não teve força para reverter o movimento”.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Pam acrescenta que, no curto prazo, as ações ainda se mantêm em lateralização e depois de teste na resistência de R$ 16,00 seguem no movimento de baixa, para testar o suporte de R$ 12,50.

“Caso consiga romper esse fundo, podemos esperar por teste nos próximos suportes de R$ 11,00 e o mais relevante em R$ 10,00“, destacou.

Gráfico das ações da Ambev

Análise técnica Ambev (ABEV3)
Análise técnica ABEV3 – junho/22 a feveiro/23. Fonte: ProfitChart; elaboração Pam Semezzato

Em relatório de análise técnica, o Itaú BBA pontuou que ABEV3 está em tendência de baixa e encontrará suportes em R$ 12,70 e R$ 12,30.

Do lado da alta, destaca o BBA, ABEV3 encontrará resistências em R$ 13,25 e R$ 13,85 – “região que mantém o ativo em tendência de baixa.”

Fonte: Relatório de análise técnica Itaú BBA

ABEV3: longo prazo

Analisando no longo prazo, as ações de Ambev seguem em tendência de alta, enquanto estiverem acima do fundo de 2020, em R$ 10,00.

“Porém depois da forte queda com a pandemia, a ação não conseguiu retomar a tendência e vem formando topos cada vez mais baixos mostrando força na resistência de R$ 18,20 e, como ainda não rompeu o fundo anterior, para confirmar uma reversão de tendência, segue em lateralização”, acrescentou.

Análise técnica ABEV3 – 2019 até agora. Fonte: ProfitChart; elaboração Pam Semezzato

Ambev: Comprar ou vender?

Para Pam, no ponto em que está, a ação ainda não mostrou candles de reversão para compras de curto prazo e está muito próxima do suporte de R$ 12,50, para abrir posição na venda.

“Então, o ideal seria aguardar um sinal mais claro de entrada em que o risco x retorno fique favorável”, avaliou.

Leia também:

O que é análise técnica?

Também chamada de análise gráfica, é uma forma de prever os movimentos das ações utilizando-se do histórico delas por meio do gráfico.

A análise se tornou popular com o jornalista Charles Dow, fundador do Wall Street Journal, que também empresta seu nome ao mais tradicional índice acionário dos Estados Unidos, o Dow Jones.

Suporte e resistência

Os suportes são regiões de preço que costumam atrair compradores sempre que a ação atinge aquele patamar. Ou seja, o papel sobe após atingir aquela cotação.

As resistências, ao contrário, são regiões de preços que costumam atrair vendas. Ou seja, a ação geralmente cai após bater naquela cotação.

Uma regra importante na análise técnica é a da bipolaridade, que significa que o suporte, quando rompido se torna uma resistência e a resistência, quando superada, torna-se um suporte.