Nova tentativa

Aliansce Sonae (ALSO3) faz nova proposta por brMalls; ação BRML3 fecha em alta de 7,66% com maior chance de fusão

brMalls autorizou a diretoria da empresa a se engajar com os representantes da Aliansce para a negociação dos termos da nova proposta

Por  Felipe Moreira -

A Aliansce Sonae (ALSO3) apresentou ao Conselho de Administração da brMalls (BRML3) nova proposta da combinação de negócios, contendo relação de troca mais favorável aos acionistas de brMalls.

Desta vez, a Aliansce Sonae ofereceu pagamento em dinheiro de R$ 1,25 bilhão pela brMalls e relação de substituição de 1 ação de emissão da brMalls para 0,3940 ação de emissão da companhia.

A proposta anterior previa um pagamento em dinheiro no valor de R$ 1,850 bilhão e uma relação de substituição de 1 ação de emissão da brMalls para 0,33414420 ação de emissão de Aliansce Sonae.

Com isso, as ações BRML3 avançaram 7,66%, a R$ 9,21, na sessão desta terça-feira (19), enquanto ALSO3 fechou em alta de 0,85%, a R$ 21,38.

A Aliansce ressaltou que está convicta de que a fusão é “uma oportunidade única de fortalecimento de ambas as companhias, com ganhos significativos para os seus acionistas, clientes e demais stakeholders”.

Posteriormente, a brMalls confirmou o recebimento da proposta. Em reunião realizada nesta terça-feira (19), o Conselho de Administração da Companhia decidiu, por unanimidade, autorizar a Diretoria da empresa a se engajar com os representantes da Aliansce Sonae para a negociação dos termos da nova proposta e elaboração da documentação necessária com o objetivo de submeter a nova proposta à deliberação dos acionistas reunidos em assembleia geral da brMalls.

O Credit Suisse avalia que a nova proposta eleva chances de sucesso da fusão. Os novos termos implicam em um prêmio de cerca de 12% sobre o preço atual da brMalls (incremento de 8% em relação à última proposta), o que possivelmente atende às demandas dos acionistas, aumentando a probabilidade de sucesso da transação.

A XP vê a notícia como positiva para BRML3 por conta da flexibilidade do conselho em convocar a assembleia e discutir o mérito do negócio, com um prêmio ainda mais elevado, que parece fazer sentido na opinião dos analistas da casa, tendo em vista que uma parte relevante da base acionária já indicou ser a favor da combinação das empresas.

O Bradesco BBI espera que a diretoria da BRML se pronuncie sobre a nova proposta antes de 29 de abril (data da Assembleia Geral de Acionistas) – muito provavelmente após uma reunião específica sobre o assunto, quando a proposta deverá ser votada, caso sua posição seja favorável à incorporação.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe