Play-to-earn

Além do Axie Infinity: uso de jogos em blockchain dispara 2.000% em um ano

Crescimento foi de 52% apenas no primeiro trimestre deste ano

Por  CoinDesk -

O uso de jogos baseados em blockchain aumentou 2.000% desde o primeiro trimestre de 2021, equivalendo a 52% de toda a atividade em blockchain, de acordo com um recente relatório  produzido pela DappRadar em parceria com a BGA Games.

Os jogos em blockchain atraíram 1,22 milhão de carteiras ativas únicas em março deste ano, com o Axie Infinity (AXS) sendo responsável por 22 mil delas, apesar do hack de US$ 615 milhões na rede Ronin.

Segundo o levantamento, o crescimento está ligado ao aumento da popularidade de jogos NFT no estilo play-to-earn (jogue para ganhar) em redes auxiliares do Ethereum (ETH), chamadas de sidechains.

Jogos como Crazy Defense Heroes, Pegaxy, Arc8 e Aavegotchi, por exemplo, registraram aumento de 219% na atividade de jogos da rede Polygon (MATIC) desde o início de 2022.

Já o uso de blockchains como BNB Chain (antiga Binance Smart Chain) e Ronin, por outro lado, caiu desde o final do ano passado, à medida que os usuários tentavam minimizar o risco em redes que usam criptomoedas mais voláteis.

Em todo o setor, um total de US$ 2,5 bilhões em investimentos foram captados no primeiro trimestre de 2022, crescimento de 150% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Animoca Brands, empresa por trás de títulos como o The Sandbox (SAND), figurou como o principal nome deste começo de ano com aportes totalizando US$ 360 milhões e valor de mercado de US$ 5 bilhões, consolidando-se como como uma das maiores marcas da Web3.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe