Em mercados / agro

Vendas externas do setor agropecuário do RS recuam em abril

Exportações totalizaram US$ 825 milhões, queda de 25% em relação ao desempenho observado em 2015

Santos

SÃO PAULO - As exportações do agronegócio no Rio Grande do Sul atingiram US$ 825 milhões em abril, uma queda de 25% em relação ao valor exportado em abril de 2015. Em relação ao mês de março de 2016, o setor teve um aumento de 28,4% no valor e 34% no volume comercializado. As informações são da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul).

Segundo dados da entidade, houve queda de 38%, cerca de US$ 300 milhões, nos valores exportados pelo grupo Complexo Soja é responsável pela maior parte deste resultado. Também foi observados recuo nas exportações na Carne de Frango (19%), Milho (100%) e Trigo (53%). Em contrapartida, houve aumento nas exportações dos grupos Fumo e seus Produtos (38%) e Produtos Florestais (91%). Sobre o volume, ocorreu uma queda de 25%, seguindo o padrão observado anteriormente no valor exportado.

Para Antônio da Luz, economista da Farsul, a retração nas exportações aconteceu, principalmente, por se ter como referência uma base forte, “2015 foi um ano fora da curva”, disse, por meio de comunicado. O dólar em alta estimulou as vendas no ano passado e fez com que os estoques ficassem reduzidos. O atraso na entrada da nova safra colaborou para uma menor oferta e, consequentemente, redução nas vendas.

No acumulado do ano, o agronegócio gaúcho exportou US$ 2,627, uma redução de 14,8% na comparação com o mesmo período de 2015. A China se mantém como principal compradora do produto gaúcho, aumentando sua participação no Market Share, chegando a 23% no período entre janeiro a abril, com US$ 624 milhões. Em segundo lugar aparece os Estados Unidos com US$ 383 milhões (14,6%), tendo a Argentina logo atrás, com US$ 373 milhões (14,2%). 

 

Contato