Assembleia

Agrenco define futuro 2 dias após Natal; 8 assuntos a serem debatidos

Em 27 de dezembro, os acionistas terão de votar pela aprovação de 8 propostas, dentre elas o novo projeto da empresa na área de agronegócios e trading

SÃO PAULO – Lutando para sair do fundo do poço e iniciar a volta por cima, a Agrenco (AGEN11) convocou uma assembleia geral ordinária para dois dias após o Natal, segundo comunicado enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) nesta quinta-feira (12). Em 27 de dezembro, os acionistas terão de votar pela aprovação de 8 propostas, dentre elas um novo projeto da Agrenco na área de agronegócios e trading – que deverá definir as operações da empresa no futuro, já que ela está, atualmente, desativada.

No comunicado, a companhia descava outras propostas sujeitas a aprovação, como por exemplo a nomeação de novos diretores até a conclusão da assembleia geral ordinária de 2015 e a nomeação da empresa Grant Thornton como novos auditores da companhia.

Vale destacar que a empresa tem lutado para tentar reverter a decisão da Justiça e manter seu status em recuperação. Uma das acusações da empresa é que a decisão foi “armada” pelos próprios credores. Atualmente, o processo corre na Justiça sem data para acabar, e em meio às indecisões, a situação dos acionistas se estaciona como uma das piores possíveis. Dada a complicada situação financeira da empresa, as chances dos papéis virarem “pó” são grandes e crescem as dúvidas de como ficará a situação dos minoritários da empresa. Caso a Justiça mantenha o decreto de falência, os acionistas estão na última linha de prioridades de pagamento.