Lava Jato

Advogados comunicam a Moro morte de réu na Operação Lava Jato

 Humberto Sampaio de Mesquita, que é genro do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, morreu no último dia 25 de janeiro em decorrência de um câncer no estômago

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A defesa de Humberto Sampaio de Mesquita, que é genro do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, protocolou documento na Justiça Federal do Paraná informando a morte do cliente.

Mesquita morreu no último dia 25 de janeiro em decorrência de um câncer no estômago. O comunicado foi publicado na tarde de quarta-feira (1º), segundo informa o portal G1.

Desta forma, os advogados solicitaram ao juiz federal Sérgio Moro que o nome de Mesquita seja retirado do processo a qual ele é réu na Lava Jato. Além de Mesquita, também são réus no referido processo Paulo Roberto Costa, as filhas dele Ariana Azevedo Costa Bachmann e Shanni Azevedo Costa Bachmann, e o outro genro Marcio Lewkowicz. Eles são acusados de retirar documentos e dinheiro da Costa Global Consultoria, que pertence a Costa. 

PUBLICIDADE