Lava Jato

Advogada da Odebrecht diz que entrará com pedido de habeas corpus nos próximos dias

"Não há fato novo para justificar as prisões hoje", diz a advogada do grupo a jornalistas em São Paulo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A advogada do grupo Odebrechet, Dora Cavalcanti, disse que entrará com pedido de habeas corpus nos próximos dias. A Polícia Federal deflagrou hoje a 14ª fase da Operação Lava Jato, cujos alvos foram as empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez. Do grupo em questão, foram presos o presidente, Marcelo Odebrecht, além dos diretores Marcio Faria, Rogério Araújo e Alexandrino Alencar.

“Não há fato novo para justificar as prisões hoje”, disse Dora a jornalistas em São Paulo. As informações são da Bloomberg. “Serão tomadas todas as medidas judiciais cabíveis para que se estabeleça um ambiente de normalidade judicial”, disse.

A assessoria de imprensa do grupo negou que o executivo Newton de Souza tenha sido nomeado como presidente do grupo. Mais cedo, a Reuters noticiou que Souza teria sido nomeado CEO (Chief Executive Officer) interino do grupo. 

Aprenda a investir na bolsa

A Polícia Federal cumpre 59 mandados judiciais em nova fase da Lava Jato. Segundo a PF e o Ministério Público Federal, os executivos das empreiteiras sabiam de tudo. 

A Odebrecht diz que os mandados de prisão são “desnecessários” uma vez que a companhia esteve sempre à disposição de colaborar. A Andrade Gutierrez diz que espera poder esclarecer todos os questionamentos da Justiça o quanto antes.